in

LG anuncia resultados financeiros do segundo trimestre de 2019

A LG Electronics (LG) acaba de anunciar um valor de receitas recorde no segundo trimestre e no primeiro semestre do ano, com vendas consolidadas de 15,63 biliões de wons coreanos (13,40 mil milhões de dólares americanos) e um lucro operacional de 652,3 mil milhões de wons coreanos (o que equivale a 559,4 milhões de dólares americanos) no período de abril a junho de 2019.

Quando comparado com o mesmo período do ano passado, as vendas cresceram 4,1%, sendo que as operações registaram uma queda de 14,4%. Os lucros, que atingiram valores recorde, registados na área de Home Appliances e a forte rentabilidade das soluções empresariais compensaram a menor receita operacional dos produtos de Home Entertainment e as perdas registadas na área dos componentes de veículos e das comunicações móveis.

A LG Home Appliance & Air Solution Company registou um volume recorde de vendas de 6,10 biliões de wons coreanos (5,23 mil milhões de dólares americanos) no segundo trimestre, sendo este o maior valor atingido pela unidade de negócios na história da LG Electronics. O crescimento da receita foi especialmente forte na Coreia e em regiões como a América do Norte, Europa e Médio Oriente, crescendo 16,1% em relação ao segundo trimestre de 2018. A receita operacional de 717,5 mil milhões de wons coreanos (615,3 milhões de dólares americanos) foi a mais alta alguma vez registada entre abril e junho. A unidade de negócios registou uma forte rentabilidade tendo como base um crescimento estável, um aumento das vendas de produtos altamente procurados, tais como equipamentos de ar condicionado, e exercícios contínuos de redução de custos.

A LG Home Entertainment Company gerou receitas de 3,67 biliões de wons coreanos (3,15 mil milhões de dólares americanos) no segundo trimestre de 2019, equivalendo a um decréscimo de 4,5% em relação ao período homólogo, o que se deve, sobretudo, a um declínio da procura em regiões como a Europa e a América Latina, onde os eventos desportivos que decorreram no segundo trimestre de 2018 geraram fortes vendas. O lucro operacional de 205,6 mil milhões de wons coreanos (176,3 milhões de dólares americanos) diminuiu em relação ao trimestre anterior, devido a um maior volume de investimentos em função de uma maior competição nos principais mercados e da depreciação da taxa de câmbio. É expectável que esta unidade de negócios registe um crescimento da procura de produtos premium no próximo trimestre, como as TVs OLED, as TVs Nanocell e as TVs Ultra HD de grandes dimensões.

A LG Mobile Communications Company registou vendas no valor de 1,61 biliões de wons coreanos (1,38 mil milhões de dólares americanos) no segundo trimestre de 2019, um valor 21,3% menor do que o registado no mesmo período do ano anterior. Isto deve-se, sobretudo, à estagnação da procura no mercado de smartphones e às contínuas e agressivas estratégias de pricing praticadas pelas marcas chinesas. As vendas aumentaram 6,8% em relação aos primeiros três meses deste ano; no entanto, a totalidade do negócio reportou um prejuízo operacional de 313 mil milhões de wons coreanos (268,4 milhões de dólares americanos), resultado de um maior investimento em ações de marketing de apoio ao lançamento de novos modelos e de custos adicionais relacionados com a relocalização da produção de smartphones no Vietname. Espera-se que a introdução de smartphones de gamas mais massificadas e a crescente procura por produtos 5G contribuam para um desempenho melhorado no terceiro trimestre.

A LG Vehicles Component Solutions Company registou uma receita trimestral de 1,43 biliões de wons coreanos (1,22 mil milhões de dólares americanos), o que equivale a um aumento de 63% face ao período homólogo. Este valor é justificado através de um forte volume de vendas de produtos de infotainment e de um aumento da procura por componentes de veículos elétricos. O prejuízo operacional de 55,80 mil milhões de wons coreanos (47,8 milhões de dólares americanos) deveu-se, principalmente, aos gastos iniciais de produção relacionados com o lançamento de novos projetos e aos atrasos na configuração da produção de novas aplicações, como displays de informação central (CID). Nos próximos trimestres, a empresa estará focada na estabilização do fornecimento de componentes para os seus principais clientes e na aposta prioritária em reduções de custos nos novos projetos.

A LG Business Solutions Company alcançou vendas de 675,5 mil milhões de wons coreanos (579,29 milhões de dólares americanos), 14,8% acima do registado no mesmo período de 2018 e 8% mais do que o trimestre anterior, devido a uma maior procura por produtos de display comercial LED e OLED e por painéis solares na Europa e nos EUA. O lucro operacional de 58,1 mil milhões de wons coreanos (49,82 milhões de dólares americanos) foi 49% superior ao registado no período homólogo e 4,7% maior face ao trimestre anterior, crescimentos impulsionados sobretudo pela otimização das eficiências de custos e de produtividade. No futuro, é expectável que o crescimento dos displays e módulos solares se mantenha estável e forte.

AXE e DJ Martin Garrix em parceria no novo videoclip “These are the times”

Adega José de Sousa estreia programa de vindimas