in

Jungheinrich antecipa crescimento do mercado global de equipamentos de movimentação de carga

Dada a evolução positiva do mercado nos últimos meses e as expectativas de crescimento do Fundo Monetário Internacional de 5,5% para a economia global no ano em curso, a Jungheinrich espera que o mercado global de equipamentos de movimentação de carga continue a crescer em 2021.

Para o seu mercado principal, a Europa, o grupo alemão espera um aumento a um dígito no volume de mercado.

Considerando esta perspetiva económica e do sector, a Jungheinrich espera atingir 3,9 mil milhões de euros a 4,1 mil milhões de euros de receitas, este ano. A entrada de pedidos também deverá variar entre 3,9 mil milhões de euros e 4,1 mil milhões de euros. A previsão é baseada na suposição de que a pandemia Covid-19 não levará, ao longo do ano, a medidas de bloqueio mais extensas do que as verificadas em 2020 ou mesmo ao encerramento de fábricas e que as cadeias de abastecimento permanecerão intactas.

 

2020

Apesar da desaceleração económica causada pelo coronavírus, a Jungheinrich fechou o ano financeiro de 2020 de forma mais positiva do que o inicialmente esperado. “Considerando as condições difíceis, estamos satisfeitos com o desempenho da atividade no ano passado. Graças às medidas implementadas, no início, para reduzir custos e aumentar a eficiência, conseguimos limitar com sucesso o impacto negativo da pandemia nos nossos negócios. O facto de termos sido capazes de alcançar tal resultado, durante um ano que testemunhou a maior crise económica e sanitária desde a Segunda Guerra Mundial, resume-se ao compromisso excecional dos nossos funcionários”, comenta Lars Brzoska, Chairman of the Board of Management do Grupo Jungheinrich.

Em 2020, os resultados atingiram os 3,81 mil milhões de euros (4,07 mil milhões de euros em 2019). Já o volume de pedidos recebidos, que inclui a área de equipamentos novos, sistemas logísticos, aluguer de curto prazo, equipamentos usados e serviço pós-venda, atingiu os 3,78 mil milhões de euros, devido a um trimestre final forte (3,92 mil milhões de euros em 2019). Ambos os valores excederam ligeiramente o intervalo de previsão, que tinha sido aumentado em outubro de 2020.

Nova estratégia corporativa 2025+

Em novembro de 2020, a Jungheinrich apresentou publicamente a sua nova estratégia corporativa 2025+. Nos próximos anos, irá concentrar-se em aumentar a rentabilidade, eficiência e sustentabilidade. Depois de já ter atingido a sua meta de crescimento estratégico para 2020 um ano antes do previsto, o grupo estabeleceu a meta de criar valor sustentável para todos os seus stakeholders: clientes, funcionários, acionistas, parceiros de negócios e sociedade em geral.

A Jungheinrich está a concentrar-se, principalmente, na expansão da sua presença nos mercados da Europa, China e América do Norte. Todas as atividades assentam na sustentabilidade, tendo em consideração os aspetos económicos, ambientais e sociais. “A nossa intenção é ser a primeira escolha dos nossos clientes a longo prazo, oferecendo-lhes um valor agregado através de soluções e tecnologias viradas para o futuro. Ao mesmo tempo, como grupo, queremos ajudar a moldar os desenvolvimentos económicos, ecológicos e sociais. Para isso, estamos a tornar a Jungheinrich mais rentável, eficiente e sustentável”, refere Lars Brzoska.

Publicidade

Fairtrade

Comércio justo soma entusiastas

NutriChance

Ração portuguesa ajuda a alimentar animais sem família