in

Jungheinrich focada no crescimento rentável com a estratégia para 2025+

Meta de vendas de mais de 5 mil milhões de euros para 2025, incluindo potenciais fusões e aquisições

Nos próximos anos, a Jungheinrich, multinacional alemã especializada em equipamentos de movimentação de carga e soluções de intralogística, irá concentrar-se em aumentar a rentabilidade, eficiência e sustentabilidade.

O anúncio foi feito recentemente pela empresa, em Hamburgo, durante a apresentação da sua nova estratégia 2025+. Depois do grupo ter atingido a sua meta de crescimento estratégico para 2020 um ano antes do planeado, a nova estratégia visa criar um valor ainda maior e mais sustentável, nos próximos anos, para todos os “stakeholders”.

 

Inovação

No plano tecnológico, a Jungheinrich está focada na inovação ao nível da automação, digitalização e sistemas de energia orientados para o futuro. A implementação de processos centrados no cliente e mais eficientes está a ser impulsionada como parte da transformação digital da empresa, que já foi iniciada.

O grupo pretende expandir a sua presença global, principalmente nos mercados da Europa, China e América do Norte. Todas as atividades serão baseadas numa compreensão holística da sustentabilidade, que tem em conta os aspetos económicos, ecológicos e sociais. “A intenção é sermos a primeira escolha dos nossos clientes a longo prazo, oferecendo-lhes valor acrescentado através de soluções e tecnologias voltadas para o futuro. Ao mesmo tempo, enquanto grupo, queremos ajudar a moldar o desenvolvimento económico, ecológico e social, criando valor sustentável para todos os nossos ‘stakeholders’. Para isso, estamos a tornar a Jungheinrich mais rentável, eficiente e sustentável”, explica Lars Brzoska, presidente do Conselho de Administração da Jungheinrich AG. “A estratégia 2025+ significa que carregámos totalmente as nossas baterias a todos os níveis. Reunimos ideias e pontos fortes e definimos o caminho para um futuro brilhante na intralogística”.

 

Objetivos 

Com base na sua estratégia 2025+, a multinacional alemã tem como objetivo atingir uma receita de mais de cinco mil milhões de euros para o exercício financeiro de 2025, tendo reservado um valor para aquisições direcionadas e parcerias estratégicas. A receita orgânica deverá exceder 4,6 mil milhões de euros, com base numa taxa de crescimento anual de, pelo menos, 5%.

Na estratégia 2025+, a automação da intralogística é uma das áreas centrais do crescimento futuro para o grupo. A Jungheinrich espera um crescimento anual do mercado entre 7% e 10% nesta área. Neste contexto, a empresa avança na expansão do seu portfólio de automação, principalmente nas áreas de veículos guiados automatizados, armazéns automatizados, software e robótica. O objetivo é abrir novos mercados e alcançar uma posição ainda mais forte, especialmente no e-commerce. Para fortalecer a sua posição no mercado, a cooperação com parceiros de vários sectores será ainda mais intensificada e serão feitas aquisições nesse sentido.

 

O grupo está a intensificar a sua atividade também na área da digitalização e a impulsionar o desenvolvimento de novos produtos e modelos de negócio nesta área. A prioridade está no desenvolvimento do “armazém digital” com o auxílio da inteligência artificial e Big Data. Assim, está a expandir a sua gama de produtos digitais na área de sistemas de gestão de armazenamento, frota e baterias, bem como de sistemas de segurança e assistência.

Paralelamente, até 2025, a empresa pretende que mais de 70% do total das suas máquinas vendidas sejam movidas com bateria de iões de lítio. Para isso, nos próximos anos serão lançados no mercado mais modelos de empilhadores com baterias de iões de lítio totalmente integradas. A Jungheinrich também vê grande potencial de crescimento na divisão Powertrain Solutions, colocando a sua experiência na área de sistemas de energia à disposição de outros fabricantes, incluindo os da indústria de construção e de máquinas agrícolas, e, assim, impulsionar a mobilidade elétrica em todos os sectores.

 

Presença global

A fim de expandir a sua presença global, a Jungheinrich irá apostar fortemente nos mercados da Europa, China e América do Norte, que, juntos, representam cerca de 80% do mercado mundial de intralogística. A empresa prevê aumentar a participação da sua receita fora da Europa em mais de 20%.

A Jungheinrich reservou uma quantia avultada para aquisições direcionadas e parcerias estratégicas. “No futuro, as parcerias e aquisições estratégicas serão uma alavanca importante para atingirmos os nossos objetivos. Para isso, estamos a planear um volume de investimento considerável e pretendemos concentrarmo-nos principalmente nos mercados em crescimento”, afirma Lars Brzoska.

Publicidade

Diana Chaves e Sofia Ribeiro protagonizam campanha do Pingo Doce

restauração

AHRESP e PassMúsica acordam novo mecanismo de apoio para renovação do licenciamento de 2021