in

Immochan ascende ao 2.º lugar das empresas proprietárias de centros comerciais em Portugal

A Immochan investiu 411 milhões de euros na aquisição dos centros comerciais Forum Montijo, Forum Sintra e Sintra Retail Park, numa das maiores operações financeiras no sector em Portugal nos últimos tempos.

Com estes três novos ativos, a Immochan Portugal impulsiona o seu crescimento e ascende ao segundo lugar no ranking nacional das empresas proprietárias e gestoras de centros comerciais de média e grande dimensão.

No total, estes três centros comerciais representam uma área de mais de 130 mil metros quadrados e registam um tráfego de cerca de 19,5 milhões de visitantes por ano, o que permitirá à Immochan Portugal alcançar 37 milhões de visitas anuais na Grande Lisboa. Paralelamente, o portfólio de insígnias vai aumentar com 114 novas marcas e 306 lojistas.

Segundo Mário Costa, diretor geral da Immochan Portugal, “o nosso mercado encontra-se numa fase de maturidade e a saturação existente abre espaço a soluções de crescimento através de aquisições de espaços comerciais já implementados. Foi, precisamente, neste sentido de crescimento que a Immochan decidiu, sustentada pela ‘expertise’ internacional e das suas equipas locais, investir na aquisição destes três ativos”.

A Immochan vai agora investir três milhões de euros para melhorar estes ativos, designadamente ao nível das condições de acesso, de novas áreas de conforto, de áreas de lazer para as crianças, dos ambientes das praças e do complemento da oferta. Mário Costa garante que a venda destes ativos a prazo está fora de questão e não descarta a possibilidade de novas aquisições, caso surjam oportunidades nesse sentido.

A empresa anunciou ainda a construção de raiz de dois novos ativos na região da Grande Lisboa. “Estamos a desenvolver um trabalho prévio com as autarquias para apurar as necessidades da região”, indica Mário Costa, que promete novidades no espaço de um ano.

Publicidade

Cátia Martins assume a direção geral da L’Oréal Portugal

Negócio de retalho da Sonae cresce 6,8%