in ,

IKEA Portugal adquire Parque Eólico do Pisco

A IKEA Portugal é, desde 28 de fevereiro, proprietária do Parque Eólico do Pisco. Em funcionamento há cerca de um ano, este parque eólico tem uma capacidade de 50 MW, 25 turbinas e estima-se que gere uma produção anual de 156 GWh, equivalente à energia necessária para alimentar 30 lojas IKEA.

Ana Barbosa, coordenadora de sustentabilidade da IKEA Portugal, explica que, “com a aquisição do Parque Eólico do Pisco, superamos o objetivo de produzir tanta energia renovável quanto a consumida pelas nossas operações em Portugal e contribuímos para aumentar a percentagem de produção de energia renovável do grupo a nível global, que em agosto de 2017 se encontrava nos 73%”.

Desde 2009, a multinacional de origem sueca já investiu cerca de 1,7 mil milhões de euros em produção de energia eólica e solar. Como avança o relatório de sustentabilidade, no final do ano financeiro 2017, o Grupo IKEA detinha 416 turbinas eólicas em 12 países e 750 mil painéis solares instalados, em 22 mercados.

Em Portugal, o investimento do grupo em energias renováveis concretizou-se, nos últimos anos, pela instalação de mais de 11 mil painéis solares fotovoltaicos na cobertura das suas lojas em edifício próprio – IKEA Alfragide, IKEA Matosinhos, IKEA Loures, IKEA Loulé. Com este projeto, 98% da energia produzida pelos painéis solares é incorporada pelas unidades de retalho, representando 25% do total da energia consumida por cada loja.

O Parque Eólico do Pisco localiza-se no norte interior de Portugal, entre as vilas de Aguiar da Beira, Sernancelhe, Fornos de Algodres e Trancoso e faz parte de um investimento alargado que apoia os negócios e objetivos estratégicos do Grupo IKEA, através de empresas e iniciativas que promovam o combate às alterações climáticas.

Publicidade

AKI apoia 35 hortas de escolas portuguesas

Jameson lança nova campanha global “Why? Taste, That’s Why”