in

H&S promove campanha antibullying

Até 15 outubro, na compra de dois produtos H&S (exceto condicionadores), a marca está a contribuir com um minuto de workshops e formação a alunos, pais ou professores sobre o tema antibullying, com a ajuda da No Bully Portugal.

Esta associação portuguesa sem fins lucrativos tem como objetivo acabar com o bullying nas escolas e promover um país onde todas as crianças e jovens se possam sentir felizes e seguros. O contacto direto com instituições de educação, através de workshops e formações, permite proporcionar aos pais, alunos e professores as ferramentas necessárias para ajudar a prevenir, parar e resolver este problema.

 

Primeira campanha nacional

Em parceria com a No Bully Portugal, esta é a primeira campanha nacional da H&S. Carolina Jesus, Brand Manager de Hair Care da P&G Portugal faz um balanço um mês depois de ter começado esta comunicação. “Não podíamos estar mais satisfeitos. A aceitação da campanha tem sido imensa por parte de todos. Temos mais de 100 histórias de pessoas que sofrem/sofreram de bullying a serem partilhadas connosco diariamente e isso demonstra que estamos mesmo a fazer algo de bom: dar voz a estas pessoas e ajudá-las a ter mais autoestima. Se a campanha acabasse hoje estaríamos muito contentes, mas a parte boa é que, não sendo uma campanha normal, ela não acabou, nem vai. Com o school program vamos continuar a chegar a muito mais pessoas, durante os próximos anos, sempre a ajudar mais e mais”.

A campanha, que começou dia 1 de setembro e irá decorrer até 15 de outubro, em todas as grandes superfícies do país, visa angariar até 11 mil euros que serão convertidos em 110 horas de formação, dadas ao longo do ano letivo, e, assim, ajudar aproximadamente 2.200 crianças no combate ao bullying.

 

No Bully

Em Portugal, a No Bully conta já com 11 escolas/colégios com quem trabalhou, com grande sucesso, na aplicação da metodologia. O feedback dos “coaches” e das direções das escolas parceiras tem sido muito positivo e é nesse sentido que a associação quer continuar a trabalhar. Todas as escolas a nível nacional podem fazer parte deste projeto, contactando diretamente a No Bully.

Luís Simões

Luís Simões assinala as tendências tecnológicas que vão marcar sector da logística

Coviran

Portugal já representa 10% dos negócios globais da Coviran