in

Henkel regista forte aumento das vendas no terceiro trimestre

No terceiro trimestre do ano fiscal de 2021, a Henkel continuou a sua tendência de crescimento e as vendas alcançaram 5,1 mil milhões de euros, que corresponde a um crescimento orgânico de 3,5%, impulsionado em particular pelos preços positivos em todas as unidades de negócios.

O desenvolvimento estável de volume foi caracterizado por uma normalização na procura nas unidades de negócio de consumo e pela recuperação em curso da produção industrial. Em termos nominais, as vendas aumentaram 1,9%.

O efeito da crise mundial de coronavírus, a situação extremamente tensa nos mercados das matérias-primas e as interrupções nas cadeias de abastecimento mundiais continuaram a ter um forte impacto no nosso ambiente de mercado no terceiro trimestre. No entanto, a Henkel obteve um bom desempenho comercial. Comparando esta evolução com os níveis pré-crise no terceiro trimestre de 2019, alcançámos uma taxa média de crescimento orgânico anual de 3,7%. Todas as unidades de negócio excederam o respetivo nível pré-crise”, refere o CEO da Henkel, Carsten Knobel. “As inovações de sucesso, especialmente na área da sustentabilidade, e a maior expansão das nossas atividades comerciais a nível digital foram importantes motores de crescimento. O forte aumento orgânico das vendas no terceiro trimestre é também reflexo do nosso portfólio sólido e equilibrado de marcas de sucesso e tecnologias inovadoras. É, sobretudo, o resultado do forte desempenho da nossa equipa mundial, que está a contribuir com grande compromisso para o sucesso a longo prazo da Henkel nestes tempos desafiantes”.

 

Terceiro trimestre

O crescimento das vendas no terceiro trimestre foi impulsionado principalmente pela unidade de negócios de Adhesive Technologies. Três das suas quatro áreas de negócio alcançaram um crescimento orgânico das vendas muito forte ou mesmo de dois dígitos, enquanto que a área de negócio de Automotive & Metals registou um desenvolvimento ligeiramente negativo.

O desenvolvimento diferiu também entre os negócios voltados para o consumidor de Beauty Care e de Laundry & Home Care. O desenvolvimento das vendas orgânicas da unidade de negócio de Beauty Care, no terceiro trimestre, ficou abaixo do ano anterior, devido a um desenvolvimento negativo contínuo das vendas na categoria Body Care, como resultado dos mercados significativamente mais fracos.

Em contraste, a área de negócio Professional registou um forte crescimento orgânico das vendas em comparação com o trimestre do ano anterior.

A unidade de negócio de Laundry & Home Care apresentou um bom crescimento orgânico nas vendas, impulsionadas, principalmente, pela área de negócio de Laundy Care.

 

Por região

De uma perspetiva regional, a Henkel alcançou um crescimento orgânico das vendas em todas as regiões no terceiro trimestre, com exceção da América do Norte. O forte desempenho das vendas do grupo foi impulsionado principalmente pelos mercados emergentes. Aqui, todas as regiões registaram um alto crescimento orgânico de um dígito.

Os mercados emergentes registaram um crescimento orgânico das vendas de 8,3%. O desenvolvimento das vendas orgânicas nos mercados maduros foi de -0,2% em comparação com o trimestre do ano anterior.

O grupo conseguiu aumentar as vendas na região da Europa de Leste em 8,9%. No terceiro trimestre, alcançou um crescimento orgânico das vendas de 8,1% na região África/Médio Oriente e de  9% na região América Latina. O crescimento orgânico das vendas na região Ásia/Pacífico foi de 7,5%. Enquanto a região da Europa Ocidental registou um crescimento orgânico positivo nas vendas de 1,1%, o desenvolvimento das vendas na região da América do Norte foi negativo em 2,6%.

Enquanto a pandemia de coronavírus continua, temos de responder constantemente de forma flexível e rápida às mudanças nos nossos mercados. As tensões nas cadeias de abastecimento e o aumento dos custos das matérias-primas e dos transportes estão a mostrar-se particularmente desafiantes. Apesar destas condições difíceis que exigem toda a nossa atenção, continuamos focados nas nossas prioridades estratégicas para cumprir a nossa agenda de crescimento propositado”, explia Carsten Knobel.

 

Perspetivas

Após o declínio acentuado no crescimento económico global em 2020, como resultado da pandemia de Covid-19, presume-se, com base nas estimativas atuais, que a procura industrial irá recuperar de forma significativa em 2021 e que a procura por várias categorias de bens de consumo voltará ao normal, à medida que o ano avance.

Ao mesmo tempo, as matérias-primas essenciais para a Henkel e os serviços de logística registaram aumentos de preços muito fortes em todas as áreas, principalmente devido à recuperação significativa da economia mundial, assim como às tensões das cadeias de abastecimento a nível mundial.

Tendo em conta estes fatores, espera-se que o Grupo Henkel gere um crescimento orgânico das vendas entre 6% e 8% no ano fiscal de 2021.

Publicidade

Amazon Fresh

Amazon abre o seu maior supermercado automatizado

Sustentabilidade

Pandemia coloca sustentabilidade no topo da agenda dos investidores