STEF
in

Grupo STEF aumenta o volume de negócios em 23% no primeiro semestre

O Grupo STEF aumentou o seu volume de negócios em 23% no primeiro semestre do ano, atingindo 2.013,6 milhões de euros. Adicionalmente, o resultado operacional também registou um aumento (+23,3%), totalizando 84,6 milhões de euros, enquanto o lucro líquido totalizou 66 milhões de euros, ou seja, um aumento de 45,8%.

A empresa de logística descreve estes resultados como “sólidos”, apesar de uma contração dos volumes no segundo trimestre. O Grupo regista também o efeito positivo das mais-valias nas cessões de ativos num montante total de 10 milhões de euros.

 

STEF França

Em França, o segmento dos produtos frescos registou uma boa dinâmica até ao início de maio, seguida de uma diminuição nos volumes no final do semestre. A atividade dos produtos congelados regista uma taxa mais baixa de ocupação dos seus armazéns após a saída de um cliente no início do ano, sendo também afetada pelo aumento dos preços da eletricidade.

A atividade de restauração regista níveis satisfatórios de desenvolvimento graças à assinatura de novos contratos e ao início dos efeitos da especialização da sua rede. Por outro lado, a atividade dos produtos do mar beneficia da sua reorganização, o que apresenta um efeito positivo na sua rentabilidade.

 

STEF Internacional

Espanha regista uma excelente dinâmica e consolida a sua rede de transportes dedicada aos produtos alimentares frescos e congelados com a aquisição do Grupo TTC na Galiza no início de julho.

Já a Suíça inicia um grande projeto nas suas instalações de Kölliken e reforça o seu posicionamento no segmento dos produtos congelados com a aquisição da empresa Frigosuisse na região germânica.

No Reino Unido, o Grupo continua a integrar a empresa Langdons adquirida a 31 de dezembro de 2021, realizando um bom desempenho num mercado muito competitivo.

 

Atividades marítimas

Na linha Marselha-Tânger, embora a atividade de transporte de passageiros tenha retomado em meados de abril, após o levantamento das restrições associadas à crise sanitária, as taxas de carga de passageiros e mercadorias ainda não atingiram o seu pleno potencial.

As atividades da La Méridionale na Córsega estão de acordo com as previsões.

No final de julho, a empresa apresentou a sua resposta ao concurso para o contrato de serviço público para o serviço marítimo de 2023-2029 para a Córsega.

 

Perspetivas

Num ambiente geopolítico e económico complexo, a STEF continua confiante no seu modelo empresarial resiliente, mas mantém-se vigilante no segundo semestre. O Grupo prestará especial atenção aos efeitos da inflação, às questões energéticas e à evolução das taxas de juro.

Stanislas Lemor, presidente e diretor-geral, declarou: “após um ciclo dinâmico de recuperação pós-covid que permitiu ao Grupo apresentar resultados semestrais sólidos, enfrentamos uma aceleração da inflação que afeta significativamente os nossos custos operacionais, conjugada com um aumento sem precedentes dos preços da energia, e nomeadamente da eletricidade. Neste ambiente cada vez mais incerto, o Grupo prepara-se para fazer face ao abrandamento da atividade nos próximos meses”.

A empresa continuará também com a integração das empresas recentemente adquiridas e que contribuem para a melhoria do posicionamento do Grupo na Europa.

iStore

AlgarveShopping recebe a primeira iStore do sul do país

McVities

McVities lança nova gama de bolachas de criança