in

Graham’s assinala o Jubileu de Platina da rainha Isabel II

A Graham’s, casa de vinho do Porto, detida pela família Symington, e detentora de um alvará real concedido pela rainha Isabel II, engarrafou um raro Porto Tawny produzido no ano em que a monarca ascendeu ao trono: 1952.

Ao longo dos últimos 70 anos, o vinho tem evoluído em cascos de carvalho avinhados nas caves em Vila Nova de Gaia, até atingir o pico da maturidade. Três gerações da família Symington acompanharam o desenvolvimento deste vinho, ao longo do reinado de sete décadas de Isabel II, o mais longo de qualquer soberano britânico.

 

Jubileu

O Graham’s 1952 Single Harvest Tawny Port foi inicialmente engarrafado, em 2012, para comemorar o Jubileu de Diamante da rainha, numa edição restrita de garrafas individualmente numeradas.

Após uma década adicional de envelhecimento em casco, o vinho adquiriu “graciosidade, delicadeza e equilíbrio excecionais”. O diretor de enologia da Graham’s, Charles Symington, selecionou o lote restante deste vinho para o lançamento exclusivo de apenas 70 garrafas (de 75 centilitros) e alguns jeroboams (garrafas de grande formato: 4,5 litros).

Cada garrafa é apresentada numa caixa púrpura, com uma declaração sobre a edição restrita do vinho que comemora o Jubileu de Platina de Isabel II. O vinho estará disponível no restaurante VINUM, assim como nas caves da Graham’s. Apenas um número limitado de garrafas ficará disponível para venda em garrafeiras selecionadas.

De acordo com Charles Symington, “este é um vinho realmente memorável. Hipnotizantes aromas de madressilva, flor de laranjeira e amêndoa fundem-se com subtis sabores de caramelo e mel, tudo equilibrado pela acidez citrina. É impressionante verificar como este vinho ganhou ainda mais, ao longo desta última década, desde a última vez que o engarrafámos para comemorar os 60 anos da ascensão da rainha ao trono”, sublinha ainda.

Worten Glicínias Plaza

Worten abre no Glicínias Plaza

reciclagem

Portugueses reciclam mais 6,4% em 2021