in

Gigante Maersk compra startup portuguesa HUUB

A gigante da logística Maersk comprou a startup tecnológica portuguesa HUUB, por um valor não revelado.

A compra sucede a um investimento anterior, no valor de 1,5 milhões de euros, por parte da Maersk na empresa portuguesa que trabalha na área logística para a indústria da moda.O negócio representa a primeira aquisição em Portugal do líder mundial de transporte marítimo e de logística que faturou mais de 33 biliões de euros, em 2020“, indica a HUUB em comunicado.

 

Gestão

De acordo com a tecnológica, tanto o CEO, como os restantes fundadores vão estar na liderança da nova unidade de negócio do grupo Maersk. “Desde o primeiro dia que a HUUB tem dois grandes propósitos: disrupção e escala. Isso passa por ter a capacidade e coragem de dizer que a indústria precisa de uma revolução digital e criar o produto que a torna possível, com escala suficiente para fazer a diferença. Este caminho conjunto com a Maersk representa ambos. Por um lado, a validação da nossa visão disruptiva. Por outro lado, garante a escalabilidade para que a nossa plataforma possa servir grandes clientes e liderar o mercado“, indica Tiago Paiva, CEO e cofundador, citado no comunicado.

 

E-commerce

A Maersk, que gere um em cada cinco dos contentores expedidos a nível mundial, está apostada na sua transformação numa empresa de logística integrada. Nessa medida, adquiriu a Visible Supply Chain Management e a B2C Europe, ambas especializadas em comércio eletrónico, por um valor combinado de 781,4 milhões de euros.

Vincent Clerc, vice-presidente executivo do grupo, mostra-se entusiasmado com a HUUB, que considera ser uma peça-chave na estratégia do grupo. “A HUUB, com a sua equipa curiosa e fundadores inspiradores é o ‘mix’ perfeito com a Maersk. Com esta aquisição, dotamos a organização de talento tecnológico de classe mundial. Além disso, a excecional plataforma desenvolvida pela HUUB para os vários canais de venda vai permitir aos nossos clientes um maior foco no seu negócio e uma excelente experiência para o consumidor final“, afirma.

Risco de desabastecimento leva Reino Unido a atrasar novamente controlos de importação de alimentos

DIA Portugal

Vendas do Grupo DIA em Portugal caem 8,7%