in

Faturação da L’Oréal cresce 10,9%

A L’Oréal alcançou uma faturação de 29.873 milhões de euros, durante o ano de 2019, 10,9% mais do que no ano anterior, o que representa o maior crescimento da empresa desde 2007, num mercado de beleza que “ainda é muito dinâmico”, segundo CEO da empresa de beleza, Jean-Paul Agon.

No entanto, a multinacional francesa de produtos cosméticos registou um lucro operacional líquido de 3.755,2 milhões de euros, entre janeiro e dezembro de 2019, 3,7% menos em relação ao ano anterior.

Voltando à faturação, a divisão de consumo cresceu 6%, atingindo 12.748,2 milhões de euros. Destaca-se, notavelmente, o desempenho do negócio de produtos de luxo, que, com uma faturação de 11.019,8 milhões de euros, melhorou 17,6%. Por outro lado, os produtos profissionais faturaram 3.441,9 milhões de euros (+3,2%) e os de cosmética ativa também se destacaram, atingindo 2.663,7 milhões de euros e registando uma melhoria de 17,1%.

Por áreas geográficas, na Europa Ocidental, a empresa faturou 8.277,1 milhões de euros, registando um crescimento de 2,6%, seguido pela América do Norte, que, com 7.567 milhões de euros, sofreu uma queda de 0,8%. Enquanto isso, o volume de negócios na região da Ásia-Pacífico cresceu consideravelmente: 25,5%, para 9.568 milhões de euros. O da Europa de Leste reportou um aumento de 9%, de 1.909,7 milhões de euros, e a América Latina aumentou 2%, atingindo 1.773,1 milhões de euros. Contudo, o volume de negócios da África e do Médio Oriente caiu 4,1%, permanecendo com 688,7 milhões de euros.

O comércio eletrónico e o chamado retalho de viagem também são “poderosos motores de crescimento” para a empresa, segundo Jean-Paul Agon. Foi registado um crescimento de 52,4% para o comércio eletrónico, já representando 15,6% das vendas. Por outro lado, o retalho de viagens aumentou 25,3%, tendo em conta as vendas “like-for-like”.

Publicidade

Publicidade

Portugal lidera ranking europeu de reservas no Dia dos Namorados

Beiersdorf adquire marca de cosmética natural