in ,

Portugal lidera ranking europeu de reservas no Dia dos Namorados

Celebrar o Dia dos Namorados num restaurante continua a ser um clássico. De acordo com o TheFork, esta é a data do ano que regista o maior número de reservas. Em média, os europeus efetuam três vezes mais reservas para jantar, no dia 14 de fevereiro, em comparação com o resto do mês.

Os portugueses lideram mesmo este ranking, com cerca de quatro vezes mais reservas nesta efeméride, à frente de países como França, Suíça e Holanda e Itália.

O estudo do TheFork revela, ainda, que as reservas realizadas não são exclusivas a casais. De facto, cerca de 4% dos europeus reservam o jantar para uma ou três pessoas na noite em questão. Neste caso, Portugal também se destaca ficando apenas atrás dos holandeses (4,6% versus 5,4%), seguindo-se países como Itália (4,5%), Suíça (3,3%) e França (3%).

Portugal abaixo da média europeia de preços

Segundo os dados da plataforma do TheFork, a efeméride não parece ter impacto no nível de preço dos restaurante reservados. Em Portugal, o preço médio dos restaurantes reservados nesta data é inferior face ao resto do ano (24,2 euros versus 26,2 euros), tendo sido detetado o mesmo tipo de quebra em França (32,1 euros versus 34 euros). De resto, Portugal é o país que se apresenta mais abaixo da média europeia, que regista o preço médio de cerca de 35 euros.

Suíça é o país com custo mais elevado, sofrendo um ligeiro aumento no preço médio pago no Dia dos Namorados em comparação com um dia comum (54,5 euros versus 53,1 euros). O mesmo acontece com os restaurantes holandeses (33,5 euros versus 32,7 euros) e italianos (29 euros versus 27,9 euros).

Gastronomia Italiana no topo das preferências

A cozinha italiana é a preferida por parte dos europeus para celebrar a data, pois está incluída nas três principais gastronomias mais reservadas de Portugal, França, Itália, Holanda e Suíça.

A nível nacional, a cozinha mais consumida no Dia dos Namorados é a portuguesa, seguindo-se a gastronomia internacional e italiana, por ordem de preferência. O top 3 de França contempla a cozinha francesa, italiana e indiana. Já os italianos elegem os sabores mediterrânicos, o marisco e a comida japonesa. Os holandeses consomem sobretudo cozinha internacional, francesa e italiana. Por fim, os suíços apostam na gastronomia francesa, internacional e italiana.

Fapil lança gama de produtos para a casa com plástico marítimo reciclado das artes de pesca

Faturação da L’Oréal cresce 10,9%