in

Exportações norueguesas de produtos do mar registam crescimento acentuado em fevereiro

As exportações de produtos do mar da Noruega atingiram o valor de 11,3 milhões de NOK em fevereiro. Trata-se de um aumento de 2,6 milhões de NOK, ou seja 30%, em comparação com fevereiro de 2021.

No entanto, a satisfação com estes valores é ensombrada pela situação na Ucrânia. “A situação dramática afeta-nos fortemente, em primeiro lugar a nível pessoal, mas também afeta o mercado dos produtos do mar”, diz Renate Lassen, CEO do NSC – Conselho Norueguês dos Produtos do Mar.

Em fevereiro, a Noruega exportou produtos do mar num valor de 176 milhões de NOK para a Ucrânia. “Após a invasão do país pela Rússia, há uma semana, as exportações para a Ucrânia pararam. Isto significa que produtos como o salmão, truta, arenque e cavala que iam para estes países deverão ser vendidos a outros mercados”, afirma Renate Lassen.

As sanções internacionais aplicadas são outro desafio, sobretudo logisticamente. “ Muitas companhias aéreas foram, entre outras coisas, proibidas de sobrevoar a Rússia nos últimos tempos. Isto afeta o fluxo de mercadorias para a Ásia, especialmente de produtos frescos e vivos”, explica Renate Larsen.

 

Mês recorde para o bacalhau

A Noruega exportou 10.100 toneladas de bacalhau fresco, incluindo filetes, no valor de 482 milhões de euros em fevereiro. O volume de exportações diminuiu 7%, mas o valor das exportações aumentou 75 milhões de NOK, ou seja, aumentou 18%, em comparação com fevereiro do ano anterior. Dinamarca, Holanda e Portugal foram os maiores mercados de bacalhau fresco da Noruega, em fevereiro.

O bacalhau fresco atingiu o valor de exportação mais alto de sempre, em fevereiro, 7% superior ao mês recorde anterior, em 2018. “O maior contributo para o crescimento do valor foi o bacalhau fresco. Aqui, o preço de exportação foi 29% superior ao do mês passado”, afirma Eivind Hestvik Brækkan, analista do NSC.

As exportações de filetes frescos também aumentaram, tanto em volume como em valor, com um aumento de 17% no volume de exportações, e um valor de exportação 28% superior ao de fevereiro do ano anterior. “Há um forte crescimento nas exportações de bacalhau fresco para vários países, com o maior aumento do valor das exportações para a Holanda, Portugal, Alemanha e Reino Unido”, afirma Eivind Hestvik Brækkan

 

Crescimento das exportações de peixe seco

A Noruega exportou 6.100 toneladas de peixe seco, com uma diminuição do volume em 10%. O valor aumentou em 56 milhões de NOK, ou seja 21% em comparação com fevereiro do ano passado.

Portugal, Brasil e Congo-Brazzaville foram os maiores mercados de peixe seco norueguês em fevereiro. O aumento no valor das exportações para Portugal foi de 62%, 33 milhões de NOK

 

Bom desempenho do peixe salgado

A Noruega também exportou 1.900 toneladas de peixe salgado. O volume de exportações aumentou 3% e o valor das exportações aumentou 34 milhões de NOK, ou seja 42% em comparação com fevereiro do ano anterior.

Grécia, Portugal e Espanha foram os maiores mercados de peixe salgado norueguês em fevereiro. “As exportações de peixe salgado para Portugal aumentaram mais de 50% em volume e mais do que duplicaram em valor em fevereiro”, afirma Eivind Hestvik Brækkan.

Publicidade

Cabaz Poupança

Auchan lança Cabaz da Poupança

Missão Continente

Missão Continente lança campanha nacional de apoio à Ucrânia