in

Exportações caíram 39% em maio

Foto Shutterstock

Em maio, as exportações portuguesas caíram 39%, face ao período homólogo, registando decréscimos significativos em todas as categorias de produtos.

Também as importações tiveram uma quebra de 40,2%, segundo revelam os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

A categoria de material de transporte, que inclui os veículos automóveis, destaca-se pela negativa, com uma descida de 54% nas exportações e de 66,6% nas importações. Excluindo os combustíveis e lubrificantes, as exportações e as importações diminuíram, respetivamente, 35,2% e 35,1%.

 

Défice da balança comercial em queda

Os dados do INE mostram que o défice da balança comercial diminuiu 722 milhões de euros, face ao período homólogo de 2019, atingindo 908 milhões de euros. Excluindo os combustíveis e lubrificantes, o saldo negativo da balança comercial foi de 778 milhões de euros, menos 420 milhões do que em maio de 2019.

O INE destaca que esta informação, respeitante a maio, reflete já os efeitos da pandemia Covid-19, quer no comportamento da atividade económica, quer na quantidade de informação primária disponível na compilação dos resultados apresentados.

Publicidade

DB Schenker

DB Schenker abre o seu segundo maior terminal na Finlândia

Reino Unido

Reino Unido reduz o IVA para a hotelaria e restauração