in ,

Estudo indica que consumo de alimentos ultra processados pode causar cancro

Um estudo realizado pela Universidade de La Sorbonne, em Paris, indica que o consumo de alimentos ultra processados pode aumentar o risco de cancro.

Alguns dos alimentos incluídos no estudo, publicado na revista British Medical Journal, são os bolos industriais, nuggets de frango, refrigerantes, barritas de chocolate e pão de forma.

O estudo indica que o aumento de 10% no consumo de alimentos ultra processados está associado a 12% de maior risco de cancro, especialmente da mama, no caso das mulheres. Um dado preocupante, já que 50% da dieta em alguns países desenvolvidos corresponde a este tipo de alimentos.

Para a elaboração do estudo, a universidade analisou, durante cinco anos, 205 mil franceses saudáveis, com uma média de idades de 43 anos (21,7% homens e 78,3% mulheres), agrupando os alimentos de acordo com o seu nível de processamento. Teve-se em conta se as pessoas tinham já sofrido desta doença e alguns fatores de risco como a idade, o género, se eram ou não fumadores e os antecedentes familiares. Os investigadores ressalvam que se trata de um estudo de observação e que não há conclusões definitivas sobre a associação destes alimentos ao cancro.

Publicidade

Meu Super abre mais uma loja em Lisboa

2018 vai ser o ano das marcas próprias para a Makro