in

Estée Lauder vai eliminar 2.000 postos de trabalho

Foto Thiti Sukapan/Shutterstock

A Estée Lauder é outra das vítimas da crise gerada pela Covid-19. Com os consumidores a comprar menos produtos de cosmética, o grupo viu-se forçado a eliminar dois mil postos de trabalho e a fechar uma em cada seis lojas.

No seu último trimestre fiscal, as vendas da Estée Lauder caíram 32%, para os dois mil milhões de euros. Os lucros foram completamente dizimados, com o grupo a reportar um prejuízo de 390 milhões de euros.

 

15% das lojas sob ameaça

Com muitos consumidores obrigados a ficar em casa por um período significativo de tempo e com a obrigação de usar máscara, as vendas de cosmética e maquilhagem estão a ressentir-se. As dificuldades deverão manter-se, com a Estée Lauder a antecipar uma descida de 12% nas vendas do próximo trimestre.

Como resultado, a empresa vai rever a sua rede de lojas, de modo a refletir as atuais tendências no sentido do recurso ao teletrabalho e de crescentes vendas online. Cerca de 15% das lojas poderão ser afetadas.

Publicidade

Portfolio Vinhos

Diogo Melo e Castro é o novo diretor geral da Portfolio Vinhos

Bloq.it

“Vemos com a nossa solução uma nova forma dos retalhistas alargarem os seus serviços”