in

Esporão Private Selection Branco 2018 chega ao mercado

O Esporão lança a nova colheita Private Selection Branco 2018.

O Private Selection Branco nasceu em 2001, apostado em desafiar o perfil clássico dos grandes vinhos do Alentejo, reforçando a sua consistência ano após ano, como um néctar marcante, rico e complexo, garantido pela maturidade da vinha, da inusitada casta Semillon e da seleção cuidada das barricas em que estagia.

Com o rótulo de António Poppe, esta edição vem reafirmar a relação do Esporão com a arte, iniciada em 1985.

De aspeto cristalino, o vinho que chega agora ao mercado apresenta uma cor de palha. No nariz, destacam-se os aromas a alperce e casca de limão confitado, misturados com notas de cravinho, noz moscada e algum chocolate branco e um palato amplo e rico, em que predomina a fruta de polpa branca pontuada com notas de pimenta branca. No palato, mostra-se untuoso, com um final longo e elegante.

O Esporão Private Selection Branco 2018 é feito a partir de uvas provenientes da vinha das Palmeiras, na Herdade dos Perdigões, propriedade do Esporão, com exposição noroeste/sudoeste, proporcionando proteção às uvas durante as horas de maior calor. Nesse ano, após um inverno seco e frio, seguiu-se um início de primavera chuvoso, repondo os níveis de humidade do solo adequado para o início de ciclo vegetativo. As temperaturas amenas até meados do verão originaram uma maturação mais lenta, mas mais completa das uvas, que resistiram às temperaturas superiores a 40 graus centígrados sentidas em agosto e resultando na conservação da frescura, intensidade aromática e complexidade dos vinhos brancos, desenvolvido por David Baverstock e Sandra Alves. Depois de um estágio de seis meses em barrica de carvalho francês e outro do mesmo período em garrafa, chega ao mercado.

Qual é o comportamento de consumo tecnológico dos portugueses?

Os Mosqueteiros doam meio milhão de euros para apoiar profissionais de saúde