in

Ensino à distância faz disparar procura por portáteis, tablets e secretárias

Foto Shutterstock

O regresso às aulas, em modalidade de ensino à distância, fez aumentar a procura dos portugueses por portáteis (70%), tablets (68%) e secretárias (79%).

O OLX divulgou um estudo, baseado em dados disponíveis na sua plataforma, no qual analisou a evolução da procura, oferta e preço médio de portáteis, tablets e secretárias. As conclusões apresentadas examinam o período compreendido entre o dia 26 de janeiro e 5 de fevereiro e comparam-no ao período que vai de 4 a 25 de janeiro do mesmo ano. “Procurámos perceber se o ensino à distância, anunciado por vários meios de comunicação a 25 de janeiro e oficializado pelo Governo a 28 do mesmo mês, tinha efeitos práticos na procura e oferta de alguns artigos. Os alunos precisam de ter condições no seu lar para continuaram a desenvolver, normalmente, a sua atividade e nota-se, claramente, que o OLX foi, mais uma vez, um dos locais preferidos dos portugueses para encontrar alternativas mais em conta para os problemas trazidos por esta nova realidade”, explica Alexandra Santos, Marketing Lead do OLX Portugal.

 

Principais conclusões

Nas respostas aos anúncios, e comparando os mesmos períodos, o crescimento registado foi de 80% nos portáteis, 41% nos tablets e 43% nas secretárias.

No que concerne aos portáteis, em termos de respostas a anúncios, os distritos com maiores subidas foram Faro (110%), Aveiro (97%) e Coimbra (91%). Já os distritos com mais respostas a anúncios destes itens são Lisboa, Porto e Setúbal. O preço médio anunciado deste item caiu 1%, ao passar de 213,57 euros, até 25 de janeiro, para 211,14 euros, após data. Do lado da oferta, o aumento verificado foi de 4% na comparação dos períodos indicados.

Nos tablets, os distritos com maior variação nas respostas a anúncios foram Viseu (94%), Santarém (84%) e Aveiro (68%). O preço médio deste artigo subiu 11%, ao passar de 124,71 euros para 138,05 euros. Em relação à oferta, registou-se uma subida de 5%.

No que respeita às secretárias, as regiões com maior aumento registado de um período para o outro foram Coimbra (68%), Braga (57%) e Porto (50%). O preço médio deste item decresceu 2,7% ao passar de 158,19 euros para 154,29 euros. O número de anúncios novos (oferta) referentes a este artigo cresceu 11%.

Publicidade

Porta da Ravessa

Rebranding dá uma nova vida às marcas da Adega de Redondo

Mo chat

MO disponibiliza novo serviço de atendimento online