in

El Corte Inglés reivindica 150 milhões de euros se fechar um dos seus centros

O El Corte Inglés de Salamanca apresentou uma reclamação de mais de 150 milhões de euros à Câmara Municipal local e à Junta de Castela e Leão, em matéria de responsabilidade patrimonial, se tiver de fechar o seu centro comercial, informa a Europa Press.

A reclamação supõe também a devolução à insígnia de mais de três milhões de euros de taxas e licenças locais e regionais, de acordo com dados fornecidos pelo Grupo Municipal Popular na junta da referida cidade castelhana.

Os populares acusaram a Ganemos de “ colocar obstáculos contínuos para a solução definitiva” para o centro do El Corte Inglés na cidade e “pôr em perigo” a continuidade das lojas e mais de 800 empregos diretos e indiretos.

O Partido Popular recorda que o centro comercial impulsionou urbanizações e infraestruturas no valor de 10,8 milhões de euros, “sem nenhum custo para o povo de Salamanca“, e a execução de um investimento de 93 milhões de euros no edifício.

Publicidade

Jack Daniel’s lança café com sabor a whisky

DIA leva os seus produtos a pequenas aldeias sem comércio