in

Douro, Dão e Alentejo destacam-se no Concurso Vinhos de Portugal 2018

A capacidade nacional de produção de vinhos de qualidade voltou a ser reconhecida em mais uma edição do Concurso Vinhos de Portugal. Um total de 369 medalhas, das quais 36 na categoria Grande Ouro, 126 de Ouro e 207 de Prata, atestaram a excelência do vinho nacional. O Douro foi a região que recebeu mais medalhas Grande Ouro do júri, recolhendo sete medalhas, seguindo-se a região do Dão, com seis medalhas, e Alentejo, com cinco medalhas.

Os vencedores foram conhecidos esta sexta-feira, dia 18 de maio, à noite na gala de entrega de prémios do Concurso Vinhos de Portugal, que se realizou no Convento do Beato, e que contou com a presença do ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, e do secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira.

Os grandes prémios do Concurso Vinhos de Portugal, que distinguem os melhores entre os 369 vinhos premiados, foram distribuídos pelas regiões Porto e Douro, Alentejo, Vinhos Verdes, Tejo, Beira Atlântico e Minho:

  • “O Melhor do Ano” – Touriga Nacional Tinto (2015) | DOP Douro | Produtor: Quinta do Crasto, S.A
  • “O Melhor do Ano Licoroso” – DR Porto 30 Anos | DOP Licoroso Porto | Produtor: Agri-Roncão Vinícola Lda.
  • “O Melhor do Ano Varietal Tinto” – Touriga Nacional Tinto (2015) | DOP Douro | Produtor: Quinta do Crasto, S.A.
  • “O Melhor do Ano Branco Especial” – Falcoaria Late Harvest (2014) | DOP do Tejo | Produtor: Casal Branco Sociedade de Vinhos S.A.
  • “O Melhor do Ano Varietal Branco” – Alvarinho Deu La Deu Premium (2015) | DOP Vinhos Verdes | Produtor: Adega Cooperativa e Regional de Monção, CRL
  • “O Melhor do Ano Varietal Branco” – Aveleda Reserva da Família Alvarinho (2016) | IGP Minho | Produtor: Aveleda, S.A.
  • “O Melhor do Ano Vinho Tinto” – Passadouro Reserva Tinto (2015) | DOP Douro | Produtor: Quinta do Passadouro Sociedade Agrícola Lda
  • “O Melhor do Ano Vinho Branco” – Private Selection Branco (2016) | IGP Alentejano | Produtor: Esporão Vendas & Marketing
  • “O Melhor do Ano Espumante” – Flutt Branco Espumante (2015) | IGP Beira Atlântico | Produtor: PositiveWine Lda.

Mais de 160 jurados nacionais e internacionais avaliaram os 1.307 vinhos, produzidos por 372 agentes económicos, que estiveram a concurso e premiaram a qualidade apresentada. Todas as regiões vitivinícolas portuguesas foram premiadas. 

Jorge Monteiro, presidente da ViniPortugal, faz um balanço positivo da edição 2018 do Concurso Vinhos de Portugal. “O Concurso Vinhos de Portugal constitui uma oportunidade de excelência para a promoção da marca Vinhos de Portugal/Wines of Portugal. Ao longo de uma semana, são criadas oportunidades para dar a conhecer junto de especialistas internacionais a diversidade de vinhos de qualidade que Portugal produz, não só através dos momentos de avaliação do concurso, mas também através do contacto direto com os agentes económicos, em jantares vínicos e visitas a produtores, bem como com a realização de ‘master classes’ dedicadas ao vinho portuguêsO concurso é uma das grandes apostas do plano de promoção que a ViniPortugal desenvolve ao longo do ano. Levar os produtores nacionais a apostarem na melhoria contínua da qualidade e da diferenciação dos seus vinhos, incentivá-los a reforçar a aposta na comunicação e na capacidade de negociação e continuar a elevar a notoriedade dos vinhos portugueses junto de influenciadores e decisores estrangeiros que se deslocam até ao nosso país são os objetivos desta iniciativa. Acreditamos que este é o caminho para Portugal continuar a afirmar-se como o próximo ‘hotspot’ do panorama internacional do vinho”, conclui Jorge Monteiro.

À semelhança das edições anteriores, o Concurso Vinhos de Portugal 2018 teve uma primeira fase, realizada no CNEMA, em Santarém, na qual cada vinho foi apreciado em prova cega por um júri composto por especialistas em vinhos, nacionais e internacionais, entre enólogos, jornalistas, sommeliers e outras entidades ligadas ao vinho. Com base nas escolhas feitas na primeira fase do concurso, o Grande Júri, composto por John Szabo MS (Canadá), Evan Goldstein (EUA), Dirceu Vianna Junior MW (Brasil e Reino Unido), Andrés Rosberg, presidente da ASI (International Sommelier Association), e Luís Lopes, presidente do concurso, e Bento Amaral, em representação de Portugal, escolheram os grandes vencedores do Concurso Vinhos de Portugal, atribuindo as medalhas Grande Ouro e os Melhores do Ano.

O Concurso Vinhos de Portugal é uma iniciativa da ViniPortugal que pretende ser um ponto de encontro e de troca de experiências entre produtores e especialistas de todo o mundo. É neste sentido que os vinhos distinguidos com as Medalhas Grande Ouro e Ouro no Concurso Vinhos de Portugal terão presença garantida em eventos internacionais a realizar em 2018, como a ProWine Shanghai, Romantic Encounter no Japão, o Campus Hamburgo e as Provas de Varsóvia, Luanda, Zurique, Nova Iorque e Oslo e ainda para momentos de degustação ao longo do ano no Museu La Cité du Vin.

Publicidade

Navigator aposta no tissue na Interclean de Amesterdão

Facebook do Continente atinge os 2 milhões de fãs