PR_DHL_starts_vaccine_distribution_3
in

DHL inicia distribuição internacional de vacinas Covid-19

A DHL iniciou a distribuição internacional da vacina para a Covid-19. O governo de Israel recebeu o primeiro lote da vacina, em dezembro, através dos voos operados pela DHL Express e pela DHL Global Forwarding. O primeiro avião da DHL Express aterrou no Aeroporto Internacional Ben-Gurion, em Telavive, e foi recebido pelo primeiro ministro, Benjamin Netanyahu.

A DHL Global Forwarding, especialista internacional em transporte de mercadorias do Grupo Deutsche Post DHL, também realizou um voo charter para fornecimento de doses de vacinas adicionais, estando previsto a chegada de mais.

Após vários meses de preparação, estamos satisfeitos por a nossa missão de distribuição de vacinas já ter começado e podermos, assim, contribuir com a nossa experiência e capacidade logística para tornar a vacina acessível em todo o mundo“, diz Travis Cobb, Chefe de Operações da Rede Global e de Aviação da DHL Express. “A atual crise mostrou que as redes logísticas internacionais são indispensáveis para garantir que as sociedades disponham dos equipamentos de proteção individual e kits de teste necessários para assegurar a sua saúde. Agora, estamos a dar o próximo passo na nossa luta comum contra o coronavírus. As nossas equipas em 220 países e territórios e a nossa rede global como a espinha dorsal da logística transfronteiriça Express estão prontas para entregar a qualquer momento e em qualquer lugar“, acrescenta.

Para além dos primeiros voos para Israel, a DHL prepara-se para efetuar novos voos com vacinas a partir dos seus centros de operações mundiais.

 

Rede global

Ao todo, mais de nove mil especialistas trabalham através da rede global da DHL para que os produtos farmacêuticos, dispositivos médicos, ensaios clínicos e organismos de investigação, armazenistas e distribuidores, bem como hospitais e prestadores de cuidados de saúde estejam ligados através da cadeia de valor e da digitalização, desde os ensaios clínicos até ao ponto de atendimento, e cada passo entre eles.

O portfólio da DHL para a indústria da saúde inclui mais de 150 farmacêuticas, mais de 20 unidades de ensaios clínicos, mais de 100 estações certificadas, mais de 160 armazéns qualificados com GDP (Good Distribution Practice), mais de 15 instalações com certificação GMP (Good Manufacturing Practice) e mais de 135 instalações Medical Express (gerem o transporte de envios sensíveis ao tempo e à temperatura para a indústria das ciências da vida).

 

Desafios

À escala global, os fornecedores de logística são desafiados a estabelecer rapidamente uma cadeia de fornecimento médico para distribuir vacinas de uma quantidade sem precedentes, de mais de 10 mil milhões de doses em todo o mundo, incluindo em regiões com infraestruturas logísticas menos desenvolvidas, onde vivem, aproximadamente, três mil milhões de pessoas. Para proporcionar uma cobertura global nos próximos dois anos, serão necessários até 200 mil transportadores de paletes e 15 milhões de caixas de arrefecimento, bem como 15 mil voos necessários entre as várias instalações da cadeia de abastecimento.

Com as vacinas historicamente desenvolvidas ao longo de uma linha temporal de cinco a 20 anos, o processo acelerado da Covid-19, dentro de um ano, é inédito. Dado que estas vacinas saltaram fases de desenvolvimento, é provável que sejam impostos requisitos rigorosos de temperatura (até -80°C), de modo a garantir a eficácia das vacinas durante o transporte e o armazenamento.

METRO

Metro compra a Davigel Espanha

Klépierre_A Klépierre Iberia reforça o seu compromisso ambiental e compensa 100% das emissões de carbono em Portugal

Klépierre compensa 100% das emissões de carbono em Portugal