in

DB Schenker reduzirá emissões de CO2 em 50% até 2030

A DB Schenker, empresa especialista em gestão e logística da cadeia de abastecimento, alcançará, nos próximos dois anos, os objetivos ecológicos que definiu em 2006, reduzindo em 30% as suas emissões de CO2. Desta forma, estará mais próxima de alcançar a sua meta para 2030, de uma redução em 50%.

A DB Schenker colocou em prática em 2006 uma série de iniciativas no que respeita à responsabilidade ambiental, entre as quais se incluem a consolidação de cargas, a priorização de meios de transporte menos nocivos para o meio ambiente e o aumento da eficiência através da renovação contínua da sua frota. A empresa está também a apostar no desenvolvimento de soluções logísticas ambientalmente sustentáveis, que permitam aos seus clientes calcular e reduzir a sua pegada de CO2 em toda a sua cadeia de abastecimento.

O diretor geral da DB Schenker Ibéria, Juan Carlos Moro, assinala que “o meio ambiente é um tema chave na empresa”. Assegura que “existem soluções ecológicas para todos os meios de transporte: por terra, mar e ar e também para o armazenamento”, pelo que o compromisso de reduzir as emissões de CO2 abrange toda a cadeia de abastecimento. Segundo Juan Carlos Moro, “a utilização de motores e combustíveis inovadores e a implementação de medidas de eficiência energética estão a ajudar-nos a alcançar os objetivos”.

Apenas no último ano, a DB Schenker já reduziu as emissões de gases com efeito de estufa em 25,8% no transporte terrestre, em 9,3% no transporte aéreo e em 61,2% no transporte marítimo, em comparação com 2006. Está também a apostar na diminuição do consumo de energia nos seus armazéns para alcançar uma redução na ordem dos 18%, nos próximos dois anos. Medidas de consciencialização entre os seus colaboradores para o consumo responsável de água, papel, aquecimento ou ar condicionado, a mudança da iluminação para o LED ou a substituição de todos os elementos que precisam ser renovados por outros ecológicos são algumas das iniciativas que estão a ser implementadas.

Também na sua frota, tanto na dos colaboradores, onde se reduziu o consumo em 25%, graças aos híbridos, como no transporte de mercadorias, que avança para a utilização de veículos de carga híbridos, elétricos e a gás.

Também a área de negócios da DB Schenker tem este foco, já que a empresa oferece soluções industriais que favorecem a utilização de materiais recicláveis. Para Juan Carlos Moro, “a utilização de matérias-primas secundárias está em consonância com os nossos objetivos e com a indústria global, para reduzir a pegada de carbono e diminuir o consumo de matérias-primas principais, pelo que oferecemos uma gama ampla de serviços para a logística da reciclagem de uma grande variedade de produtos, como o papel, plástico, madeira e resíduos metálicos”.

3 em 5 consumidores consideram que saúde e bem-estar estão relacionados com questões ambientais

Bosch Industry Consulting conquista espaço em Portugal