in

Consumidores vão antecipar compras de Natal, procurar boas ofertas, mas que sejam sustentáveis e apoiem as empresas locais

Foto Shutterstock

Os consumidores estão mais conscientes dos seus gastos, pelo que procurarão por boas ofertas nas suas compras de Natal. Além disso, preocupados com a escassez na cadeia de abastecimento, tenderão a antecipar as suas compras em comparação com outros anos. Estas são algumas das conclusões retiradas do inquérito realizado pela Yahoo em Espanha.

Como efeito a longo prazo da pandemia, os shoppers aumentaram as suas preocupações económicas, o que afetou todas as áreas do agregado familiar. Esta situação afeta o volume de gastos e apenas 15% dos espanhóis pretende gastar mais de 500 euros em presentes. A média é de 266 euros por comprador, o mesmo que em 2017.

As perturbações na cadeia de abastecimento e a escassez de stocks que ocorreram nos últimos meses continuarão a afetar a forma como os consumidores fazem compras, por recearem a falta de produtos. Esta preocupação, associada à tendência de poupança, fará com que planeiem as suas despesas com mais cuidado. Consequentemente, 48% dos espanhóis planeia começar a comprar presentes de Natal antes de dezembro. 43% dos homens vai aproveitar a Black Friday.

 

Sustentabilidade

Outra chave a ter em conta pelas empresas é que a sustentabilidade é cada vez mais atrativa e que as estratégias de responsabilidade social corporativa podem atrair clientes, desde que sejam autênticas e se traduzam em ações reais. Ao fazer compras em loja, uma grande parte dos consumidores espanhóis (80%) prefere comprar produtos que tenham sido produzidos localmente, o que tem implicações ambientais, mas também sociais. Entre os 16 e os 34 anos, mais de metade pretende alugar ou comprar mais produtos em segunda mão nos próximos 12 meses, numa tentativa para reduzir o desperdício.

Os consumidores estão também à procura de experiências simples de compra. Quando questionados sobre como esperavam fazer as suas compras de Natal este ano, 52% disse que compras nas lojas ajuda a entrar no espírito festivo. Na verdade, 89% dos compradores espera fazer compras fisicamente neste Natal.

Os dados revelam ainda que a Geração Z espera experiências de retalho imersivas, mais do que qualquer outra demografia. Para os consumidores, as compras já são uma experiência e, como tal, procura-se que as lojas ofereçam elementos que os atraiam para além da mera exposição dos produtos.

 

Online vs offline

Os consumidores espanhóis veem benefícios quer online, quer offline: conveniência, transporte gratuito e uma maior seleção de produtos no comércio online e, no caso da loja física, a possibilidade de ver os produtos e experimentá-los e apoiar as empresas locais.

Por último, note-se que, de acordo com os dados deste inquérito realizado pela Yahoo, os formatos online, incluindo anúncios, comentários, vídeos, conteúdos nas redes sociais e os gerados por bloggers e influenciadores, são considerados mais influentes na hora de decidir o que comprar para o Natal, em comparação com os meios tradicionais, como a televisão, a rádio, a imprensa, o cinema e o outdoor. Esta tendência para os meios de comunicação online é especialmente relevante nas gerações mais novas e está em ascensão. As mulheres também são muito mais propensas a serem influenciadas pelas redes sociais, bloggers ou influenciadores na tomada de decisões de compra.

Publicidade

Carlsberg

Receitas da Carlsberg crescem 7% no 3.º trimestre

Grupo Bimbo

Vendas do Grupo Bimbo aumentam 9,8% no 3.º trimestre