in

Coca-Cola aumenta as suas vendas em 16,3%

Foto Parilov/Shutterstock

A The Coca-Cola Company obteve vendas nos primeiros três meses de 2022 de 10.491 milhões de dólares, cerca de 9.697,70 milhões de euros, o que implica um aumento de 16,3% face ao mesmo período do ano anterior.

Em termos orgânicos, a receita cresceu 18%, incluindo um aumento de 7% nos preços e de 11% nas vendas. Da mesma forma, o resultado líquido registou um aumento de 23,9%, para atingir os 2.781 milhões de dólares, cerca de 2.570,95 milhões de euros, entre janeiro e março, face ao mesmo período do ano passado.

Por área geográfica, na América do Norte, as receitas aumentaram 22%, para os 2.937 milhões de dólares, cerca de 2.715,17 milhões de euros, enquanto na América Latina cresceram 34%, para 1.214 milhões de dólares, cerca de 1.122,31 milhões de euros, e na EMEA atingiram 1.833 milhões de dólares, cerca de 1.694,55 milhões de euros. Finalmente, na Ásia-Pacífico, as vendas aumentaram 1%, para 1.411 milhões de dólares, cerca de 1.304,43 milhões de euros.

 

Perspetiva

Estamos satisfeitos com os resultados do primeiro trimestre, uma vez que a nossa empresa continua a operar de forma eficaz, num ambiente operacional altamente dinâmico e incerto“, afirma James Quincey, presidente e diretor executivo da The Coca-Cola Company. “Mantemo-nos fiéis ao nosso propósito e próximos dos consumidores. Estamos confiantes na nossa orientação ao ano inteiro e estamos bem equipados para vencer em todos os tipos de ambientes, à medida que impulsionamos uma forte dinâmica de linha da frente e criamos valor para os nossos acionistas“.

Assim, para o conjunto do ano, a multinacional espera alcançar um crescimento orgânico das vendas entre 7% e 8%.

Publicidade

Internet

União Europeia garante que o que é ilegal offline também o é online

Guylian

Guylian relança-se em Portugal e escolhe Ferbar como novo distribuidor nacional