in

Chegaram os novos Herdade Grande Grande Reserva

Os mais recentes topo de gama Herdade Grande já estão no mercado. Novas castas, como o Sousão ou o Rabigato, mostram uma nova Vidigueira.

O trabalho de experimentação de novas castas, marca que distingue a Herdade Grande, graças à inspiração do fundador, António Lança, tem conferido ao mercado vinhos proporcionam novas expressões do carácter alentejano e, em particular, do terroir desta casa centenária da Vidigueira.

 

Grande Reserva Tinto 2018

A primeira grande novidade é o Herdade Grande Grande Reserva Tinto 2018. Este é o primeiro Grande Reserva tinto da casa, desde a colheita de 2015, e igualmente o primeiro assinado pelo enólogo Diogo Lopes.

O seu novo perfil é marcado por uma casta que António Lança implementou de forma pioneira na Vidigueira, o Sousão. “Esta variedade impôs-se de forma extraordinária no nosso terroir. Recordo o varietal Sousão da colheita de 2017, vinho que que se revelou um verdadeiro sucesso e que veio apontar todo o potencial desta casta. Agora continuamos literalmente a colher os frutos da visão do meu pai. O nosso novo Grande Reserva tinto surge igualmente valorizado pelo Sousão, uma casta já estruturante no nosso portfólio”, afirma Mariana Lança, diretora geral da Herdade Grande.

 

Grande Reserva Branco 2019

Ao mesmo tempo, chega ao mercado o Herdade Grande Grande Reserva Branco 2019. Este vinho prossegue o trabalho de castas desenvolvido por Diogo Lopes a partir da colheita 2018, com Viosinho, Rabigato e Arinto. “Desta forma, a nossa gama Grande Reserva fica assim completa com dois vinhos que assumem um novo perfil e que reafirmam o patamar de exigência e distinção no qual se posicionam. Estamos muito orgulhosos com estes vinhos”, termina Mariana Lança.

Publicidade

MEO Picolini

MEO e Santini lançam novo gelado MEO Picolini

Confagri

Sector agroalimentar da União Europeia enfrenta aumento dos preços das matérias-primas