in

Cersul quer impulsionar mercado de cereais e oleaginosas em Portugal

A Cersul – Agrupamento de Produtores de Cereais do Sul, SA quer aumentar a importância dos mercados de cereais e oleaginosas em Portugal, através do crescimento do investimento na produção e pelo aumento da importância deste sector no panorama da agricultura nacional.

Este foi o mote da reunião que juntou mais de 170 produtores em Elvas, a propósito do 25.º aniversário desta organização de produtores que é responsável pela receção, condicionamento e comercialização de cereais e oleaginosas, funcionando como central de compras de fatores de produção e prestação de serviços no sul do país. 


A cerimónia foi também palco de uma homenagem a José Luís Tello Rasquilha, grande impulsionador da agricultura e indústria agroalimentar no Alentejo e em Portugal, fundador e presidente durante 25 anos da Cersul. O encontro contou, ainda, com a participação de Amândio Torres, secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural. 


A Cersul é hoje um dos mais importantes operadores comerciais da produção nacional de cereais e milho, mas a crise que se abate sobre o sector desde 2012 e a reforma da PAC, segundo a empresa, “não favorável” obriga a repensar a orientação do negócio.  “A Cersul tem atualmente mais de 170 associados e tem como objetivo atingir resultados que se traduzem na melhoria global da rentabilidade, competitividade e progresso das explorações dos nossos produtores”, diz Luís Fernando Bulhão Martins, presidente da organização. Indo ao encontro dos interesses dos seus associados, a Cersul realizou um conjunto de investimentos que vão desde a instalação de silos de grandes dimensões e de armazenagem, numa unidade de secagem de milho e de descarga direta sob camião, além da construção de um ramal de caminho de ferro privativo que permite o carregamento otimizado. 


A Cersul registou um volume de negócios de quase 17 milhões de euros, em 2014, contra cerca de 16 milhões de euros no anterior. As previsões para 2015 apontam para uma ligeira descida do volume de negócios, afetado pelas condições climatéricas. Relativamente às quantidades rececionadas, em 2014, ascenderam a 40 mil toneladas contra quase 60 mil toneladas no ano anterior, apontando as previsões para cerca de 35 mil toneladas no último ano.

A Cersul tem também competências na qualidade dos cereais produzidos e vendidos, impondo um cumprimento rigoroso de procedimentos em termos de tecnologias de produção, conservação e de preservação ambiental. O modo de produção biológico (MPI), o modo de produção integrado (PRODI) e o cumprimento do caderno de encargos na produção de trigos de baixo teor em pesticidas (Baby Food) são exemplos das práticas desenvolvidas pela Cersul que apoia os seus associados na utilização de sementes certificadas.

A Cersul disponibiliza ainda uma série de serviços aos associados fundamentalmente orientados para uma utilização correta das verbas comunitárias envolvidas na Política Agrícola Comum.

Publicidade

Rede Pickup da Chronopost vence Prémio Cinco Estrelas

Sonae alcança vendas de 4,85 mil milhões de euros no retalho em 2015