in

Carrefour condenado pelas práticas negociais com os fornecedores

O Carrefour foi condenado por um tribunal francês pelas práticas negociais injustas com os fornecedores.

De acordo com a Linéaires, o tribunal confirmou a condenação por cláusulas contratuais abusivas. O tema remonta a 2009 e a uma investigação do ministério da Economia. Em 2013, o Carrefour foi condenado pelo tribunal comercial de Évry pela devolução de produtos danificados pelos clientes. O retalhista responsabilizava os fornecedores por esta deterioração, alegando que as embalagens promocionais podiam incitar os clientes a abri-las.

Em 2014, um tribunal de recurso em Paris atribuía uma sentença mais ampla, confirmada agora a 4 de outubro. São consideradas como abusivas várias cláusulas constantes em dois documentos contratuais, nomeadamente as condições gerais de abastecimento.

O Carrefour contrapõe que o tribunal se baseou em contratos-tipo e as exigências podem encontrar uma contrapartida nos preços fixados pelos fornecedores.

Publicidade

Beltrão Coelho é parceiro oficial da Web Summit 2016

Intermarché aproveita os legumes feios em conservas