in

C&A adere aos Women’s Empowerment Principles da ONU

A marca de moda internacional C&A anunciou hoje a sua adesão aos Women’s Empowerment Principles – WEP (Princípios de Empoderamento das Mulheres) da ONU.

Este conjunto de princípios, promovidos pela Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Género e Empoderamento das Mulheres (UN Woman) e o Pacto Global das Nações Unidas, tem o objetivo de servir de guia para as empresas, para que estas saibam como dar poder às mulheres no trabalho, no mercado e na comunidade.

A adesão da C&A a estes princípios foi comunicada hoje, no âmbito do Dia Internacional da Mulher, num momento onde de destaca a importância da igualdade de género como princípio fundamental da cultura da empresa. “A igualdade de género e o empoderamento das mulheres são dois assuntos extremamente importantes para a C&A”, comenta Domingos Esteves, diretor geral da C&A Ibéria. “As mulheres são o grande motor por trás da indústria da moda e também da nossa marca: atualmente, cerca de 80% do total dos colaboradores da empresa, a nível mundial, são mulheres. Esta percentagem é aproximadamente a mesma para os trabalhadores da nossa cadeia de distribuição e para os nossos clientes. Os princípios WEP vão servir-nos de guia para continuar a implementar a igualdade de género na nossa organização e em toda a cadeia de fornecimento”, conclui.

A C&A conta com mais de 60 mil colaboradores em todo o mundo e os seus produtos são fabricados em mais de 2.400 fábricas fornecedoras, localizadas em cerca de 40 países. O conjunto destas fábricas totaliza mais de um milhão de funcionários, na sua grande maioria, mulheres. “Temos consciência de que muitas mulheres em todo o mundo enfrentam discriminação e barreiras estruturais, que impedem o seu sucesso. Para enfrentar estas questões, trabalhamos em conjunto com a nossa fundação corporativa, com a finalidade de criar comunidades fortes e resilientes e apoiar as muitas mulheres na nossa cadeia de fornecimento, responsáveis por desenvolver os nossos produtos”, afirma Kate Heiny, responsável global de sustentabilidade da C&A.

Ao subscrever os Women’s Empowerment Principles, a C&A compromete-sea estabelecer uma liderança corporativa de alto nível pela igualdade de género; tratar todas as mulheres e todos os homens de forma justa no trabalho, respeitando e fomentando os direitos humanos e a não discriminação; garantir a saúde, segurança e bem-estar de todos os trabalhadores e trabalhadoras; promover a educação, a formação e o desenvolvimento profissional das mulheres; implementar práticas de desenvolvimento empresarial, na cadeia de distribuição e de marketing, que deem poder às mulheres; promover a igualdade através de iniciativas e de compromisso e avaliar e difundir publicamente os progressos em matéria de igualdade de género.

Publicidade

76% dos portugueses consideram que a posição das mulheres melhorou nos últimos 10 anos

Heineken estuda venda do negócio na China