in

Amazon quer recrutar as maiores marcas de beleza do Brasil

A Amazon está a recrutar o Grupo Boticário e a Natura Cosméticos para venderem através da plataforma logística que está a desenvolver no Brasil.

De acordo com a Reuters, que cita fontes próximas, a empresa de Jeff Bezos quer capitalizar aquele que é o quarto maior mercado de beleza do mundo, com gastos na ordem dos 30 mil milhões de dólares. A gigante do e-commerce confirmou à agência noticiosa que, nos últimos cinco anos, teve centenas de reuniões com potenciais vendedores e fornecedores para o seu negócio no Brasil, negando-se a especular sobre planos de futuro. Já a Natura e o Boticário não comentaram a informação.

Certo é que uma parceria com a Amazon poderia acelerar a abordagem, até aqui cautelosa, das maiores empresas de cosmética do Brasil face ao e-commerce, numa tentativa para proteger as margens e as relações de longa data com os canais de vendas tradicionais. O Boticário, por exemplo, tem-se apoiado no franchising para construir uma rede de cerca de quatro mil lojas.

Até agora, a Amazon tem recorrido a terceiros para enviar os produtos vendidos através da plataforma brasileira. Mas a empresa de comércio eletrónico estará a apostar na sua própria rede logística no país. Em fevereiro, a Reuters noticiou que estaria a querer alugar um armazém perto de São Paulo.

Publicidade

Great Place To Work anuncia lista anual dos Best Workplaces na Europa

Vinagres Cristal ajudam associação Acreditar