in ,

Amazon já tem 45.000 robots nos seus armazéns

A Amazon expandiu significativamente o seu “exército de robots” de armazém ao longo de 2016, de acordo com um relatório do The Seattle Times.

O jornal escreveu na semana passada que o gigante do comércio eletrónico tem agora 45 mil robots em 20 centros de atendimento, o que representa um aumento de 50% no mesmo período do ano anterior, quando a empresa disse que tinha 30 mil robots a trabalhar ao lado de 230 mil pessoas.

A Amazon comprou uma empresa de robótica chamada Kiva Systems, em 2012, por  775 milhões de dólares. Os robots da Kiva automatizam o processo de “picking” e empacotamento nos grandes armazéns de uma forma que ajuda a Amazon a tornar-se mais eficiente. Os robots – com 40,64 centímetros de altura e quase 145 quilogramas – podem funcionar a uma velocidade de oito quilómetros por hora e transportes pacotes com peso até 317 quilogramas.

A Amazon também usa outros tipos de robots nos seus armazéns, incluindo grandes braços robóticos que podem mover paletes de dimensões consideráveis. A empresa tem adicionado cerca de 15 mil robots por ano, com base em vários relatórios anteriores. No final de 2014, a Amazon disse que tinha 15 mil robots a operar em 10 armazéns. Em 2015, esse número subiu para 30 mil e agora a Amazon conta com 45 mil.

Além do armazém, a Amazon também está a olhar para formas de automatizar outros aspetos do seu negócio. Em dezembro passado, a empresa anunciou que tinha feito a sua primeira entrega por drone no Reino Unido. Também apresentou uma patente que permite a utilização de drones automatizados para entregar pacotes de grandes aeronaves no futuro.

Veja aqui o vídeo dos robots dos armazéns da Amazon:

Publicidade

União Europeia quer evitar fraudes na cadeia alimentar

Produtor Santos & Seixo soma prémios em 2016