in

Amazon atingiu três milhões de vendedores ativos em 2019

Foto Shutterstock

A Amazon atingiu três milhões de vendedores ativos, em 2019, 10% dos quais excederam vendas anuais de 100 mil dólares.

Além disso, após o lançamento em Singapura e nos Emirados Árabes Unidos, a Amazon passa a estar presente em 16 mercados em todo o mundo, conforme revelado no relatório “The Year in Review”, que analisa o estado dos mercados e faz previsões sobre o comportamento futuro dos mesmos. Nesse sentido, o estudo indica que o domínio da Amazon continuará a crescer.

De facto, se a Amazon fosse um país, seria classificada como a 50.ª maior economia do mundo, diz o Financial Foods. E, durante 2019, os vendedores venderam produtos no valor de 200 milhões de dólares, abaixo da economia da Nova Zelândia, mas maior que a do Catar.

Por exemplo, nos Estados Unidos da América, o seu mercado original, as lojas que fazem parte da Amazon venderam mais de 2.100 milhões de itens através da plataforma, ou seja, mais de quatro mil por minuto.

Aumento de vendedores

Em 2019, cerca de 1,2 milhões de novos vendedores externos uniram-se a um dos 16 mercados da Amazon em todo o mundo. Assim, um total de 3,6 milhões de novos vendedores externos ingressaram nos mercados desde 1 de janeiro de 2017.

Os mercados dos Estados Unidos, Índia e Reino Unido abrigam mais de metade de todos os novos vendedores. Os Estados Unidos têm mais de um milhão de novos vendedores, seguidos pela Índia com cerca de 400 mil e o Reino Unido com quase 300 mil novos vendedores. Em junho, a Amazon excedeu o marco total de 500 mil fornecedores na Índia, apenas seis anos após o seu lançamento no país.

Publicidade

Publicidade

Nike proíbe vendas internacionais

Produção de laranja da União Europeia ao mais alto nível desde 2010