in

Nike proíbe vendas internacionais

Foto Shutterstock

A partir deste ano, a Nike deixará de permitir que os seus parceiros de retalho enviem os produtos da marca desportiva para o estrangeiro.

A medida faz parte da estratégia da empresa para ganhar mais controlo sobre a sua própria marca.

Contudo, nada mudará num mercado único como o da União Europeia, onde as lojas online europeias ainda poderão entregar aos clientes de qualquer país dentro do mercado. A Nike é forçada a aceitá-lo devido à legislação europeia, que proíbe explicitamente estas restrições internas.

Em novembro do ano passado, a marca desportiva retirou-se da Amazon.

Publicidade

Publicidade

Eleven Sports lança “gift cards”

Amazon atingiu três milhões de vendedores ativos em 2019