Adidas
in

Adidas salta para o mercado de revenda com a ThredUp

A Adidas entra no mercado em segunda mão. O grupo alemão lançou a Choose to Give Back, um programa de revenda, impulsionado pela empresa americana ThredUp, para promover um ciclo de vida mais circular do produto.

A opção de revenda já se encontra disponível na app Adidas Creator’s Club e, no início do próximo ano, a empresa planeia continuar a expandir o serviço para as lojas digitais e físicas.

Para participar, os utilizadores devem gerar, através da plataforma, uma etiqueta de envio pré-paga do Kit Clean Out e usá-la na embalagem do seu envio. As peças de vestuário serão classificadas e, se algum item não estiver em condições de ser revendido, passará pela rede de parceiros de reutilização têxtil da ThredUp.

Estamos empenhados em estabelecer um futuro circular para o sportswear e, com o programa Choose to Give Back, estamos a ajudar as pessoas a verem possibilidades de dar uma nova vida à roupa velha“, afirma Katja Schreiber, vice-presidente sénior de sustentabilidade da Adidas.

 

Sustentabilidade

Este programa é a mais recente iniciativa de sustentabilidade da Adidas, área onde se inclui, também, a colaboração da empresa alemã com a Allbirds para o fabrico de sapatos com baixas emissões de dióxido de carbono.

O plano de sustentabilidade da Adidas para acabar com os resíduos de plástico baseia-se na criação de parcerias estratégicas com outras marcas, para desenvolver produtos que utilizem materiais reciclados ou sejam feitos para posterior reciclagem, promovendo um ciclo de vida circular do produto.

No dia 28 de setembro, a Adidas reforçou os seus objetivos sustentáveis, juntamente com empresas como a Zalando, investindo na mais recente ronda de financiamento da Infinited Fiber Company, especializada em circularidade têxtil e promovida pela H&M.

Entre os planos sustentáveis da empresa alemã estão o uso apenas de poliéster reciclado em todos os produtos a partir de 2024, reduzir a pegada de carbono por produto em 15% até 2025, reduzir a sua pegada de carbono em 30% até 2030 e atingir a neutralidade carbónica até 2050.

Philips S9000

Philips apresenta máquina de barbear com inteligência artificial

Insolvências

Insolvências começam a aumentar no sector da construção