in

66% das lojas de retalho acreditam que os tablets podem oferecer melhor atendimento ao cliente

66% dos colaboradores de lojas retalhistas acreditam que, se equipados com tablets, podem prestar um melhor serviço ao cliente e melhorar a experiência de compra, de acordo com os resultados do “Global Shopper Study” da Zebra Technologies Corporation.

O estudo também revela que 55% dos retalhistas concordam que a sua empresa tem escassez de pessoal e quase metade (49%) se sentem sobrecarregados. Os entrevistados mencionaram a frustração que sentem com a incapacidade de ajudar os clientes, pois 42% julga que tem pouco tempo para ajudar os clientes devido à pressão para concluir outras tarefas.

Outros 28% dos inquiridos dizem que é difícil obter informações para ajudar os clientes. A maioria dos tomadores de decisão no sector de retalho (83%) e dos colaboradores das lojas (74%) concordam que os clientes podem ter uma melhor experiência com o pessoal de vendas equipado com tecnologia.

Enquanto isso, apenas 13% dos “shoppers” pesquisados confiam completamente nas lojas quando se trata de proteger os seus dados pessoais, o nível mais baixo de confiança entre 10 sectores analisados. 73% prefere a flexibilidade para controlar como as suas informações pessoais são usadas. “O nosso estudo revela que as expectativas dos compradores estão a aumentar“, afirma Jeff Schmitz, vice-presidente sénior e diretor de marketing da Zebra Technologies, que acrescenta que “enquanto os retalhistas enfrentam vários desafios, também precisa de fornecer uma experiência de compra mais confiável e personalizada que dê aos clientes o que eles querem, quando, onde e como o querem“.

O estudo também identificou expectativas divergentes sobre o impacto da automação entre retalhistas e funcionários das lojas. Quase 80% dos tomadores de decisão no sector de retalho, em comparação com 49% dos funcionários das lojas, concordam que as áreas de pagamento de pessoal estão a tornar-se menos necessárias devido às novas tecnologias, que podem automatizar o processo de pagamento. Além disso, mais de metade dos responsáveis pela tomada de decisões de retalho (5%) estão a converter o espaço de ponto de venda (POS) num self-checkout,e 62% a transformá-lo para a recolha de encomendas online.

Por outro lado, mais de metade dos compradores (51%) acreditam que estão mais conectados aos seus smartphones do que os colaboradores da loja. Os retalhistas estão a investir em tecnologias de ponta para combater essa lacuna. Quase 60% planeia aumentar os gastos em tablets em mais de 6% e 21% pretende gastar mais de 10% em tablets robustos ao longo dos próximos três anos.

Publicidade

Como o Alibaba ajudou a Johnson & Johnson a vender Listerine na China?

Sonae Sierra desenvolve experiência comercial ao ar livre