in ,

47% dos consumidores realizou metade dos seus gastos via e-commerce durante a pandemia

Foto Shutterstock

As empresas de pagamentos estão a enfrentar um aumento do volume das operações e da concorrência e maiores riscos, ampliados pela Covid-19, segundo o “World Payments Report 2020” da Capgemini.

De acordo com o estudo, o e-commerce irá converter-se no próximo motor de crescimento para os pagamentos digitais. O número de consumidores que fazem a maior parte das suas compras mensais online (entre 51% e 100% do total) quase duplicou durante a pandemia e a transição do comércio a retalho para o comércio eletrónico irá continuar, incluindo depois do vírus ter sido contido.

Antes da pandemia, eram apenas 24% os consumidores inquiridos que faziam mais de metade das suas compras totais do mês via Internet. Durante a pandemia, este valor cresceu até 47% e, alguns meses depois, a tendência mantém-se estável.

 

Principais métodos de pagamento

O volume das operações de pagamento tinha já alcançado novos máximos, antes do início da pandemia, tendência que se prevê que continue a um ritmo que reflete tanto a maior preferência por pagamentos sem numerário, como a desaceleração da economia mundial. O estudo antecipa uma taxa de crescimento anual de 12% para as operações eletrónicas, em todo o mundo, entre 2019 e 2023.

Publicidade

Amazon Climate Pledge Friendly

Amazon vai identificar os produtos que tenham certificados de sustentabilidade

Danone

Danone vende a participação na japonesa Yakult