in ,

3 categorias que impulsionam o crescimento dos retalhistas físicos

De acordo com um novo relatório da GMDC, uma associação sectorial norte-americana, livros, produtos de viagens e para churrasco estão a crescer acima da média nas lojas físicas. Cada uma dessas categorias representa produtos comummente considerados como compras por impulso.

O crescimento nas vendas nessas três categorias de produtos reforça a compra por impulso como uma área focal de crescimento entre os retalhistas físicos, aconselha a GMDC. “Os retalhistas online normalmente têm um desempenho inferior nas categorias de impulso, já que a maioria dos compradores planeia as suas compras“, afirma Mark Mechelse, vice-presidente de insights e comunicações da GMDC. “A maioria das compras online, se não todas, é altamente focada em preço e valor e não pode oferecer a experiência imersiva como a de uma loja. É fundamental que os retalhistas físicos o entendam, já que as compras por impulso, geralmente, têm maiores margens de lucro ”.

A GMDC realça, ainda, que o crescimento na categoria de produtos de viagem ajusta-se a muitas outras tendências. O aumento da popularidade de plataformas como o Airbnb contribuiu para o crescimento das vendas dessa categoria, com os proprietários dos móveis a comprarem produtos de higiene mais pequenos para disponibilizar aos hóspedes.

Entre 65% e 85% das vendas de livros são feitas por impulso. 85% das vendas de livros são de cópias físicas, em detrimento dos e-books. Os Millennials são quem mais repete esse gesto, representando 37% de todas as compras. Os dados indicam que o aumento nas vendas de livros reflete uma onda de nostalgia em relação aos produtos tradicionais e tangíveis.

O churrasco experimentou um aumento de popularidade nos últimos ano e está em alta durante todo o ano. O crescimento fora de temporada foi responsável por 97% do crescimento total das vendas da categoria. Além disso, produtos relacionados com o churrasco não são considerados propícios para compras online, devido à logística de transporte e ao custo da entrega de itens volumosos.

Publicidade

Glovo expande operação para Algés, Carnaxide e Alfragide

Investidores portugueses mantém Toys “R” Us Iberia em operações