in

Walmart integra no seu próprio negócio o portal Jet

A Walmart vai rever o negócio do portal Jet.com, adquirido em 2016 por 3.300 milhões de dólares e que, até à data, não cumpriu com os objetivos.

Deste modo, a retalhista vai integrar no seu próprio negócio online as equipas de vendas, tecnologia, marketing, análise e produto do Jet.com. Além disso, o presidente do portal, Simon Belsham, irá abandonar o cargo no início de agosto e será substituído por Kienan Shanahan, vice-presidente sénior de alimentação da Walmart.

A empresa retalhista esperava que o Jet aumentasse as suas vendas, especialmente entre os consumidores urbanos e os Millennials, mas não conseguiu converter-se num motor das vendas online de produtos alimentares. “O Jet continua a ser uma marca muito valiosa para nós e desempenha um papel específico para ajudar a Walmart a chegar aos clientes urbanos”, indica Marc Lore, presidente e CEO da Walmart E-commerce. “Até agora, a atenção centrou-se principalmente em Nova Iorque e estamos a observar outras cidades onde poderemos reunir a experiência de Jet e a escala e modelo operativo da Walmart”.

Publicidade

Publicidade

sloggi abre primeira loja na Polónia

DIA chega a acordo com os credores e obtém 771 milhões de euros de liquidez