in

Amazon e Walmart unem-se para fazer frente às novas normas do e-commerce na Índia

A Amazon e a Walmart uniram esforços na Índia para pressionar o governo sobre as regulações que ameaçam travar as suas ambições de expansão na área do comércio eletrónico.

As duas multinacionais estão contra a implementação da nova normativa que exige aos marketplaces tratarem todos os fornecedores de forma igual, impedindo as empresas estrageiras de apresentar produtos exclusivos nas suas plataformas, de possuir um inventário próprio e, nesse sentido, influenciar os preços e oferecer grandes descontos.

Esta legislação poderá levar a Amazon e a Walmart a perderem poder num dos mercados de maior crescimento na área do e-commerce e onde ambas têm investido fortemente. No ano passado, a Walmar investir 16 mil milhões de dólares na aquisição da Flipkart e a Amazon comprou operadores locais, como a Shopper’s Stop.

As novas regulamentações foram anunciadas no final de dezembro, meses antes das eleições nacionais, quando o governo irá necessitar do apoio dos pequenos comerciantes indianos, que se consideram prejudicados pelo crescimento do comércio eletrónico.

Semáforo Nutricional do Continente comemora 10 anos

Vendas a retalho na zona euro crescem 0,6% em novembro