in ,

Vendas globais da Amazon na Black Friday atingem recordes históricos

Foto Shutterstock

Este ano, as vendas da Amazon durante a semana de Black Friday e Cyber ​​Monday foram históricas, convertendo-se nas melhores da história da empresa. Em todo o mundo, os clientes da Amazon compraram centenas de milhões de produtos, entre 22 de novembro e 2 de dezembro.

Dentro da ampla seleção de produtos oferecidos pela empresa, as vendas realizadas pelos clientes da Amazon em todo o mundo alcançaram números históricos, uma vez que centenas de milhões de produtos foram adquiridos entre o Dia de Ação de Graças, comemorado nos Estados Unidos em 28 de novembro, e na Cyber ​​Monday (2 de dezembro). “Estamos a fazer o possível para tornar este Natal mais confortável e prático do que nunca para os nossos clientes, especialmente num ano como este, em que têm menos dias para fazer as suas compras de Natal“, afirma Jeff Wilke, CEO da Consumer Worldwide Amazon. “Estamos muito empolgados com o facto de os consumidores continuarem a ir à Amazon de maneira massiva para descobrir o que precisam ou querem neste Natal. Portanto, quero agradecer aos nossos clientes e trabalhadores por fazerem deste fim de semana de descontos especiais o melhor de nossa história até ao momento”.

As categorias que registaram o maior número de vendas, em todo o mundo, foram, entre outras, brinquedos, casa, moda e saúde e cuidados pessoais.

Especificamente, este ano, entre a Black Friday e a Cyber ​​Monday, os clientes da Amazon em todo o mundo compraram mais brinquedos do que nunca. Por outro lado, a Cyber ​​Monday tornou-se o dia das maiores vendas mundiais da Amazon Fashion, vendendo mais itens do que em qualquer outro dia na história da empresa.

Além disso, clientes em todo o mundo incluíram nos seus pedidos mais de 25 milhões de utensílios domésticos entre a Black Friday e a Cyber ​​Monday. E, em comparação com o ano passado, durante esta segunda-feira cibernética, os clientes da Amazon em todo o mundo adquiriram mais de quatro milhões de itens de beleza.

Os vendedores externos e independentes que oferecem os seus produtos na Amazon (a maioria deles, pequenas e médias empresas) conseguiram vender mais produtos durante esta segunda-feira do que em qualquer outro período de 24 horas ao longo da história da empresa.

Meu Super

Meu Super abre nova loja em Tremês

Software de restauração da Zone Soft disponibiliza integração automática com Uber Eats