in

Vendas da Ikea em Portugal crescem 5%

E-commerce representa quase um quarto das vendas

Foto Shutterstock

As vendas da Ikea em Portugal cresceram 5%, para os 462 milhões de euros, no ano fiscal terminado em agosto, disse à agência Lusa Ricardo Pereira, administrador financeiro.

O gestor, que é também vice-presidente executivo da Ikea Portugal, destacou o facto destes resultados terem sido obtidos num período marcado por dois confinamentos, tendo as lojas estado encerradas 13 semanas, mais duas que em 2019/2020. “Além disso, quando as lojas estiveram abertas, tivemos imensas restrições”, aludindo às limitações à circulação entre municípios e ao encerramento aos fins-de-semana às 13 horas. “Isso afetou-nos imenso e, mesmo quando tivemos as lojas fechadas, nem sequer podíamos fazer ‘click & collect’ durante a maior parte do tempo”.

 

Crescimento do online

Na base destes resultados positivos estão, assim, as vendas, que representaram 23% do total. “Em três meses de 12, portanto, um quarto do ano, estivemos fechados, sem loja. Foi o canal online que nos suportou aqui bastante nas vendas e é exatamente um dos canais onde nós temos investido”.

Publicidade

Reino Unido

Empresas exigem ao Governo britânico exerça um maior controlo das cadeias de valor

Pink Nachos

Urban Foods e Paladin juntam-se para uma viagem de sabores