in

Trimestre difícil para a Ceconomy

A Ceconomy, a holding que inclui a Media Markt e a Saturn, teve um trimestre difícil, penalizado pelos efeitos negativos das divisas e efeitos de calendário.

No segundo trimestre do seu ano fiscal 2018/2019, as vendas caíram 2%, para os 5,01 mil milhões de euros. A Páscoa tardia foi prejudicial para a empresa. Na região que inclui a Alemanha, a Áustria e a Suíça, o volume de negócios estabilizou, mas na Europa Ocidental e do Sul, caiu 3,5%. Na Europa Ocidental, região que inclui a Turquia, as vendas foram penalizadas pelos efeitos das divisas e pelo fraco desempenho na Polónia.

Um aspeto positivo deste trimestre foi o crescimento da atividade online em 13,4%, o que não foi, contudo, suficiente para mitigar a queda nas vendas físicas. O e-commerce rendeu 699 milhões de euros, o que representa quase 14% do total.

Apesar da descida das vendas, os lucros estabilizaram face ao ano passado. A Ceconomy começa a beneficiar dos efeitos do seu plano de reorganização, especialmente no mercado alemão. Como resultado do mesmo, existe um maior controlo das despesas.

No segundo trimestre, o lucro líquido atingiu os 20 milhões de euros, mas esse resultado deve-se essencialmente à venda de ações da Metro.

ANPOC aposta na produção nacional e lança marca Cereais do Alentejo

Aliexpress lidera entre sites de e-commerce