in ,

Tetra Pak alia-se à Poka para alcançar a meta de desperdício zero

A Tetra Pak e a Poka anunciaram o início de uma nova colaboração estratégica que vem aliar a experiência, a tecnologia e as melhores práticas da Tetra Pak, empresa líder na indústria de processamento e embalagem de alimentos, à capacidade competitiva da Poka, plataforma para trabalhadores conectados.

Esta aliança irá disponibilizar aos produtores de alimentos e bebidas as ferramentas e os conhecimentos necessários à implementação célere dos processos que garantem o desperdício zero nas respetivas unidades fabris. Trata-se do primeiro serviço de trabalho conectado, a nível global, e escalável implementado mundialmente pela empresa de embalagens, no âmbito da sua nova solução de capacitação e apoio ao cliente.

 

Consumo responsável

De acordo com o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) número 12, são necessários vários pontos de entrada para a promoção do consumo e da produção responsáveis, nomeadamente, a produção de mais com menos, o aumento da eficiência dos recursos e a promoção de práticas de produção sustentáveis.

De forma a alcançar este objetivo, a Poka auxilia os fabricantes a reduzir o tempo de inatividade do equipamento em cerca de 5,9%, a aumentar a produtividade dos trabalhadores em aproximadamente 18% e a reduzir os problemas de qualidade em cerca de 64%.

A disponibilização da informação mais atualizada para a tomada rápida de decisões pelos executivos permite aos fabricantes manter os mais elevados padrões de qualidade e segurança alimentar, minimizando, simultaneamente, o desperdício de produtos, assim como o tempo e os custos associados. “Esta aliança com a Poka representa um passo fundamental no nosso rumo ao objetivo de oferecer alimentos seguros, de forma sustentável, inclusive no que diz respeito à produção nas nossas próprias fábricas, utilizando as tecnologias disponíveis”, afirma Roberto Franchitti, vice-presidente executivo de Serviços e Qualidade da Tetra Pak. “Este acordo de colaboração, baseado em tecnologias e soluções inteligentes, irá permitir a toda a força de trabalho da indústria de alimentos e bebidas aumentar a eficiência produtiva, através do aumento da velocidade de produção, redução da ocorrência de erros e minimização do desperdício de produtos, de forma ágil e baseada em decisões. Na opinião da Tetra Pak, as pessoas constituem o pilar central da gestão da inovação e do fabrico de alimentos, pelo que é importante que lhes sejam disponibilizadas novas soluções digitais que atuem como fatores de facilitação dessa mudança”, acrescenta.

 

Força de Trabalho Conectada

A solução Força de Trabalho Conectada da Tetra Pak oferece uma série de ferramentas digitais, dispositivos e serviços, especificamente concebidos para melhorar as capacidades dos executivos e aumentar a eficiência, eliminar desperdícios e resolver potenciais problemas com maior rapidez. A utilização desta solução resulta numa força de trabalho mais autónoma e capacitada, em posse das ferramentas e formação certas para melhorar a segurança e a qualidade dos alimentos e reduzir o desperdício operacional.

Em última análise, esta abordagem permite aumentar a produtividade da força de trabalho e melhorar o desempenho do equipamento dos clientes, auxiliando-os a encontrar soluções que minimizem as perdas nas respetivas operações.

A Força de Trabalho Conectada da Tetra Pak irá permitir aos técnicos melhorar continuamente as respetivas operações, através da partilha das melhores práticas e da resolução de problemas de forma mais ágil, em todas as linhas de produção. Além disso, irá facilitar o processo de integração de novos funcionários e auxiliar os executivos das fábricas, através uma melhor capacitação e apoio.

De acordo com o relatório Quarta Revolução Industrial da Deloitte, 74% dos executivos inquiridos apontaram a formação e o desenvolvimento da força de trabalho como a sua principal prioridade de investimento, em 2020.

Publicidade

Insolvências

Insolvências mantêm-se em crescimento face a 2020

Joana Guedes e Patrícia Rodrigues

El Corte Inglés Portugal tem novas diretoras de e-commerce