in

Staples equaciona venda das lojas europeias

A Staples está a equacionar alternativas estratégicas, incluindo a venda, para as suas lojas na Europa, segundo confirmou Ron Sargent, diretor executivo da insígnia.

O gestor informou aos acionistas do “plano B” a seguir após o falhanço da fusão com a Office Depot e adiantou que a empresa irá colocar todas as fichas na América do Norte, que vale atualmente 85% das vendas. O objetivo é que esta região venha a representar 95% da faturação.

Além disso, a empresa pretende apostar nos clientes empresariais de média dimensão, com 10 a 200 colaboradores, e vai continuar a procurar oportunidades de aquisição de empresas especializadas noutro tipo de produtos que não os “office supplies”. Da estratégia faz também parte um plano de redução de custos no valor de 300 milhões de dólares até ao final de 2018.

Ao mesmo tempo que detalhou o percurso a seguir, a Staples anunciou a sua menor queda nas vendas dos últimos seis trimestres. Nos primeiros três meses do ano, as vendas caíram 3,1%, para os 5,1 mil milhões de dólares, e o lucro líquido diminuiu 31% para os 42 milhões de dólares, prejudicado pelos custos com a reestruturação e encerramento de lojas.

Publicidade

Coca-Cola é a marca mais escolhida, Colgate a mais presente nos lares de todo o mundo

Logiters chega a acordo em Portugal com o Grupo Candy Hoover