in

Seis das dez marcas mais valiosas do mundo são tecnológicas

Seis das dez marcas mais valiosas do mundo são tecnológicas, revela o novo estudo da Interbrand. Apple e Google estão no topo da lista pelo terceiro ano consecutivo.

A marca da maçã viu o seu valor crescer 43% face ao ano passado, estando agora avaliada em 170 mil milhões de dólares. No segundo lugar, o Google cresceu 12% para os 120 mil milhões de dólares. As outras quatro empresas de tecnologia neste top 10 são a Microsoft, na 4.ª posição, que cresceu 11% para os 67 mil milhões de dólares, a IBM, na 5.ª posição, que cresceu 10% para os 65 mil milhões de dólares, a Samsung, na 7.ª posição, que manteve o seu valor de 45 mil milhões de dólares, e a Amazon, que entra para o top 10 pela primeira vez, com um crescimento de 20% para os 38 mil milhões de dólares.

A Interbrand decide o ranking e valor das marcas com base em vários fatores, incluindo as receitas, o papel que desempenha na vida do consumidor e a fiabilidade para com a marca. Nos últimos cinco anos, as marcas de tecnologia têm-se tornado mais importantes na vida quotidiana dos consumidores, daí estarem a ocupar as posições cimeiras do ranking. De facto, 28 das 100 marcas mais valiosas são tecnológicas, o que faz com que seja este o sector dominante. Coletivamente, estas marcas representam mais de um terço do valor total das 100 marcas mais valiosas do mundo.

Este ano, o ranking tem estreantes, com cinco novas marcas a posicionarem-se entre as 100 mais valiosas. São elas a Lego (82.ª), PayPal (97.ª), MINI (98.ª), Moët & Chandon (99.ª) e Lenovo (100.ª). A Lenovo é a segunda marca chinesa a figurar nesta lista. A primeira foi a Huawei, atualmente 88.ª, que entrou para o ranking em 2014.

Top 10

· Apple (+43%)
· Google (+12%)
· Coca-Cola (-4%)
· Microsoft (+11%)
· IBM (-10%)
· Toyota (+16%)
· Samsung (0%)
· GE (#8, -7%)
· McDonald’s (-6%)
· Amazon (+29%)

Maiores crescimentos
· Facebook (23.ª, +54%)
· Apple (1.ª, +43%)
· Amazon (10.ª, +29%)
· Hermès (41.ª, +22%)
· Nissan (49.ª, +19%)

Publicidade

Færch Plast compra negócio de embalamento europeu da Sealed Air

Rangel tem novas instalações no Aeroporto de Lisboa