in

Prejuízos do Grupo Metro sobem para os 459 milhões de euros

O Grupo Metro terminou o segundo trimestre do ano fiscal de 2018/2019 com um resultado líquido negativo de 459 milhões de euros, o que compara com o prejuízo de 53 milhões de euros do período homólogo do exercício anterior.

O EBITDA recuou 2,3%, para os 116 milhões de euros.

As vendas atingiram os 6.752 milhões de euros, traduzindo um ligeiro aumento de 0,2%.

O desempenho das vendas foi penalizado pelo mercado russo, onde caíram 8,3% para os 573 milhões de euros. Na Europa Ocidental, desceram 0,3%, para 2.333 milhões de euros, e na Alemanha, o seu mercado doméstico, recuaram 4,1%, para 1.024 milhões de euros. Já na Europa do Leste, a faturação aumentou 2,4%, para 1.550 milhões de euros.

As vendas neste período estão em linha com as expetativas traçadas para o ano fiscal de 2018/2019.

Oriflame apresenta três novas linhas de cuidados do rosto

Mau arranque de ano para a Showroomprive