in

Portugal com preços em linha com a média da União Europeia

Foto Shutterstock

A cesta de compras de produtos alimentares mais cara da União Europeia é a dinamarquesa, enquanto a mais barata é a romena.

Na Dinamarca, em 2018, os preços foram 30% mais altos que a média dos praticados na União Europeia, ao passo que na Roménia 34 pontos percentuais mais baixos.

Os dados são do Eurostat que todos os anos faz uma comparação entre os preços de 440 produtos em 37 países europeus.

Em Portugal, o pão e cereais custam 98% da média da União Europeia, a carne 83% e os ovos, leite e queijo ultrapassam a média (109%). Portugal registou, em 2018, um nível de preço quase em linha com a média da União Europeia, já que, segundo o Eurostat, o preço de um cabaz de compras é de 99% da média.

A Dinamarca apresentou o mais alto nível de preços, seguida pelo Luxemburgo e Áustria (125% cada), Irlanda e Finlândia (120% cada) e a Suécia (117%).

No outro extremo da tabela, com os mais baixos níveis de preços, estão, para além da Roménia, Polónia (69%), Bulgária (76%), Lituânia (82%), República Checa e Hungria (85%).

As bebidas alcoólicas têm, em Portugal, um nível de preço de 102% da União e Europeia e o tabaco de 86%.

Publicidade

Publicidade

Metro recusa oferta de compra por parte de fundo checo e eslovaco

Walmart condenada por corrupção