in

Pensamento “mobile first” conquista o sector do retalho

Foto Shutterstock

Seis em cada 10 retalhistas integraram ou estão a integrar os dispositivos móveis na sua estratégia de e-commerce. Mais de metade confirma que esta integração aumenta a sua eficiência e volume de vendas.

Os dados são do estudo “Retail Mobile Trends”, elaborado pela Quiq e Sapio, que analisa a integração do “mobile” no comércio a retalho. Entre as principais conclusões consta também o facto de que uma larga maioria vê mais vantagens do que inconvenientes no aproveitamento dos dispositivos móveis.

74% dos retalhistas consideram que o “mobile” permite aceder melhor aos clientes e 66% indica que ajuda a aumentar a sua satisfação. 65% afirma que a integração de dispositivos móveis na sua estratégia de negócio aumenta as receitas e 62% que o “mobile” ajuda a ganhar eficiência. Além disso, 33% assinala a diminuição dos custos no momento de serviço ao cliente.

Questionados sobre se se consideram retalhistas “mobile first”, apenas 14% se auto denomina deste modo. Não obstante, 62% confirma que está a integrar os dispositivos móveis nas suas operações e estratégia de comércio eletrónico.

A maioria dos retalhistas abraça os dispositivos móveis. Apenas 8% assume que a incorporação do “mobile” não é uma prioridade. Porém, mais de metade dos inquiridos, concretamente 54%, confessam que ainda têm muito trabalho por fazer.

Publicidade

LPR Portugal define localização ideal da rede de centros logísticos com recurso a tecnologia inovadora

Amazon vai abastecer o depósito dos automóveis