in ,

Os novos determinantes da compra em loja

Foto Shutterstock

A crise sanitária mudou as prioridades do consumidor, pelo que, agora, o preço, a segurança, a rapidez e a facilidade são os elementos determinantes da compra em loja.

75% dos consumidores inquiridos num estudo da Aecoc, a associação espanhola que congrega os interesses do sector do grande consumo, indicam que a desinfeção dos carros de compras é importante (74,6% pede para que se distingam os carros já higienizados dos que não foram) e 71,5% destaca a ordem e a sinalização clara dos lineares como fatores de decisão do local onde comprar.

O estudo salienta que 56,6% dos consumidores reconhecem sentir medo do vírus e da possibilidade de contágio nos espaços comerciais, sendo especialmente valorizados todos os aspetos relacionados com a eficácia e a higiene na experiência de compra.

No que se refere às prioridades, 80,6% assinala os bons preços, seguidos da possibilidade de comprar tudo no mesmo local e a compra segura face à Covid-19, aspetos citados por dois em cada três inquiridos. Mais atrás perfilam-se fatores como a proximidade de casa ou encontrar novidades.

 

Compra mais planeada

Vários indicadores mostram que as compras são hoje diferentes. Planeia-se mais, visitam-se menos lojas e procura-se uma compra mais básica.

39% dos compradores reconhecem que a sua situação económica piorou e 62% assegura que, nos próximos meses, irá dar mais atenção aos preços e promoções, de modo a reduzir os gastos. 96% dos consumidores reconhecem que são muito mais atenção aos folhetos promocionais, 36% mais que em estudos anteriores.

Na nova compra, continua a crescer em importância a preocupação com o meio ambiente e o compromisso social. Um em cada quatro consumidores assinala que procura informações sobre produtos ecológicos e locais, assim como sobre a origem dos produtos (44,6%) e os ingredientes (42,5%).

Publicidade

AEP

AEP com missões empresariais virtuais a Marrocos, Balcãs e Países Nórdicos

NACEX

NACEX Portugal regista crescimento de 30% no 1.º semestre