in

Número de websites maliciosos aumenta 178% no pré-Black Friday

Com a aproximação da Black Friday e da Cyber Monday, a Check Point Research (CPR), área de Threat Intelligence da Check Point Software Technologies, tem assistido a números recordistas de websites maliciosos relacionados com compras online. As ofertas chegam aos consumidores via e-mail e os supostos descontos chegam a atingir os 85%.

A Check Point Software Technologies recomenda aos utilizadores que tenham especial atenção às promoções enganadoras. Em média, mais de 5.300 websites foram identificados pela CPR por semana, nas últimas seis semanas. Adicionalmente, o número de websites maliciosos relacionados com compras online aumentou 178%, nas últimas seis semanas, em comparação com a média de 2021.

A CPR refere ainda que uma em cada 38 redes empresariais foi afetada por semana em novembro, em comparação com uma em 47 em outubro e 1 em 352 no início de 2021.

Acompanhamos o número de websites maliciosos relacionados com compras online, quase todos os anos, antes desta época em novembro. Os números deste ano bateram os nossos recordes. Assistimos, desta vez, a um aumento espantoso de 178% do número de websites maliciosos para compras online, em comparação com os meses anteriores de 2021. Os hackers estão a duplicar os seus esforços na implementação de estratégias para atrair os consumidores para a fraude através de ofertas ‘demasiado boas para serem verdadeiras’, prometendo grandes descontos, como 80% ou 85%”, começa por dizer Omer Dembinsky, Data Group Manager at Check Point Software. “A sua estratégia consiste em capitalizar a excitação do consumidor com descontos de fazer arregalar os olhos. Recomendo vivamente os consumidores a terem cuidado com estas ofertas quando fizerem compras na Black Friday ou Cyber Monday. Podem proteger-se estando atentos a domínios semelhantes, fazendo compras a partir de fontes fidedignas e estando atentos a e-mails de redefinição de palavras-passe e outras notificações relacionadas com contas que demonstrem uma urgência excessiva. Não clique nestas ligações e, se necessário, vá diretamente para o website e altere os detalhes da sua conta“.

 

Imitação da Michael Kors

A CPR identificou imitações da marca Michael Kors. Os e-mails fraudulentos, para incitar as vítimas a aceder aos websites maliciosos, utilizavam no assunto temáticas como “Malas MK com 85% de desconto Compre Online Hoje”, “Até 85% de desconto em Malas Michael Kors, Alta-Costura, Baixos Preços” ou “Malas, Mochilas e Carteiras Michael Kors com até 70% de desconto”.

 

Imitação da Amazon

A CPR descobriu também um e-mail enviado a partir de um destinatário que se apresentava como “Amazon. Urgent Notice”. O endereço de e-mail continha um domínio chinês e o e-mail tinha como assunto “Notificação de Sistema: infelizmente, não foi possível renovar a sua conta Amazon” (traduzido de japonês). O link no e-mail conduzia ao website malicioso “Amazon.co.jp”, tanto no nome como no aspeto visual.

Publicidade

Vinhos Borges

Vinhos Borges lançam novo website

Vasco Rosa Santos é o novo diretor de operações da Ravasqueira