in ,

Nova plataforma identifica melhores mercados para exportação nacional

A PortugalFoods, entidade agregadora do ecossistema agro-alimentar nacional, vai lançar, no dia 26 de setembro, o Radar de Mercados Internacionais, uma plataforma que vem ajudar as empresas da fileira no processo de internacionalização, identificando os mercados prioritários para cada produtor, consoante as suas ambições e necessidade.

A apresentação terá lugar no Palacete Viscondes de Balsemão, no Porto, e é aberta a todas as empresas que queiram marcar presença.

O Radar de Mercados Internacionais, que estará disponível online e gratuitamente, tem identificados 55 mercados externos, partilhando informação sobre população, PIB, histórico de importações, distância, entre outros aspetos, para que as empresas portuguesas possam identificar os mercados que mais fazem sentido para os seus produtos, para melhor definirem a sua estratégia. “As empresas entram na plataforma, escolhem que segmento de produto querem analisar, registam os aspetos que mais valorizam, desde o risco que estão dispostos a correr aos valores importados pelos mercados, entre outros tópicos, e, com base nessas preferências, a plataforma automaticamente identifica quais os mercados prioritários. Dá uma informação totalmente personalizada, ajudando as empresas a perceberem para onde devem canalizar os seus esforços e aumentando, assim, a probabilidade de sucesso dos negócios”, explica Amândio Santos, presidente da PortugalFoods.

A plataforma está enquadrada no Projeto Portugal Excecional, sendo uma ferramenta que tem por base a estratégia de internacionalização da associação para o triénio 2019/2021, que pretende contribuir para o aumento das exportações do agro-alimentar português, que já é um dos sectores que mais contribui para o PIB nacional: o volume de negócios da indústria agro-alimentar e das bebidas tem um peso de cerca 19% na indústria transformadora nacional e o sector agro-alimentar tem um peso de cerca 6% na economia nacional. Em 2018, as exportações da fileira foram de aproximadamente 6,549 mil milhões de euros, representando 11,31% das exportações totais portuguesas. Atualmente, emprega cerca de 287 mil pessoas.

Espanha, França, Alemanha, Reino Unido, Estados Unidos da América, Itália, Holanda, Angola, Bélgica e Brasil são os países que mais procuram produtos portugueses, mas o sector pretende também reforçar a sua posição em mercados na Ásia (China, Japão, Coreia do Sul e sudeste asiático), Médio Oriente (Emirados Árabes Unidos), América Latina (Colômbia, Chile, Peru e Uruguai), África do Sul e Canadá.

A apresentação do Radar de Mercados Internacionais terá lugar a partir das 9h30. A participação é gratuita, mas requer inscrição prévia até ao dia 24 de setembro, através do site da PortugalFoods.

Minipreço usa os estendais de Alfama como suporte de comunicação

Portugal cresce duas vezes mais em valor e cinco vezes mais em volume do que a média da Europa Ocidental